20 outubro, 2007

FIBDA’2007 (6) – Primeiras impressões

Este ano resolvi ir à festa de inauguração do FIBDA, mal sabia eu que metade da população da Brandoa também tinha sido convidada. Ás 22:00 fogo de artificio para gáudio do povo e abertura das portas do festival. Primeira impressão: pelos que comentários que ia ouvindo, pareceu-me que mais de metade das pessoas presentes na inauguração nunca leu uma bd e só lá foi porque a entrada e o espumante eram de borla! E à conta disso desconfio que havia para lá uma boa rapaziada que nesta sexta à noite poupou de gastar uns bons cobres nos bares da zona!!!

A disposição do espaço do festival mudou radicalmente quando comparada com o ano passado. Temos agora o piso principal (ou piso 0) praticamente ocupado pelas "10 BD’s do Século XX" divididas por 10 pequenos espaços e no piso -1 as restantes exposições e a zona comercial/autógrafos, que verdade seja dita é talvez uma das mais bem conseguidas do últimos anos.

Passei pelas exposições a correr, não só porque tenho bastante tempo até ao fim do festival e até porque convenhamos hoje era a "noite cultural" do ano para os que "vieram beber", mas ficou-me na retina, pela positiva, a exposição "Evocação de Tiotónio" (lembro que os troféus do FIBDA são em sua homenagem) e pela negativa "As 10 BD’s do Século XX".

Quanto a esta última, é de uma pobreza franciscana. A evocação das 10 bd’s do século XX limita-se a expor uma dúzia de capas de livros e revistas de cada personagem, sem qualquer indicação cronológica, misturando edições portuguesas com edições estrangeiras, sem notas adicionais sobre a história e evolução das personagens. Para fazer "exposições" destas, mais vale gastar parte do orçamento do festival em espumante e distribuir pelos visitantes ao fim-de-semana e digo que o povo vai melhor servido! Não estivesse eu no FIBDA e ia julgar que cada espaço daqueles era uma barraquinha de venda de bd’s em 2ª mão e como faz falta uma barraquinha de venda de bd’s em 2ª mão naquele festival.

Encontro o sempre acessível José Carlos Fernandes e dou-lhe os parabéns pelo n.º de nomeações para os prémios FIBDA e ele confessa que nem leva aquilo muito a sério. Afinal face ao muito reduzido n.º de obras publicadas por autores portugueses em Portugal, qualquer um que publique leva automaticamente a nomeação! Touchê! Ah é verdade uma novidade... a obra "A Agência de Viagens Lemmings" já tem editor para... Espanha!!! Para cá... continuamos a aguardar!

À saida, solicito no balcão de informações um programa com as horas e presenças de autores nas sessões de autógrafos por autor e na resposta recebo, para além de um sorriso simpático da moça, um "ainda não há!" (todos os anos é assim mas eu continuo a insistir). Em compensação trago um "pré-programa"!

Não sei o que os leitores deste blogue esperam do FIBDA, mas da minha parte confesso que me contento com as novidades e autógrafos. Assim, a confirmarem-se as presenças dos autores anunciados e com os lançamentos previstos, parece-me que este ano nem me posso queixar!

Deixo aqui um pequeno apontamento fotográfico da primeira noite:












































Legenda: da esquerda para a direita e de cima para baixo, na primeira fotografia temos o cartaz da "mostra" das BD's do Sec. XX e nas seguintes os 10 painéis identificativos de cada sala. Na ultima fotografia, vemos as mesas de trabalho dos artistas para as sessões de autógrafos.

4 comentários:

Anónimo disse...

Eu também estive ontem na inauguração, mas não me pareceu mal que a vizinhança aparecesse para beber um copo, pelos menos fez com que eu não visse apenas as caras do costume...
Quanto às exposições também só as vi por alto, à excepção curiosamente das duas referidas.
Quanto às das BD's dos Séc XX, pareceu-me um pouco asséptica... sem sal... apesar das personagens em questão!
Quanto à do Tiotónio, acho uma perfeita injustiça que tal exposição esteja no meio das outras, quando devia estar largamente destacada.
O óptimo trabalho de Leonardo de Sá merecia mais e principalmente o homenageado merecia estar num pedestal!
Ainda por cima por ser um filho da terra, merecia mais da organização, mas como diz o ditado "Santos da casa..."
Labas

Bongop disse...

Verbal
Então ainda não se sabe em que dia vem o Manara ? Gostava de ter um livro autografado por ele, é o único "one-shot" que tenho dele e ficava lá bem a assinatura dele : O Homem de Papel !

maurobindo disse...

Eu só consigo ir ao FIBDA no último fds... Espero que guardem o Manara para o fim, apesar de, em princípio, o Mestre vir no 2º fds. Pode ser que troquem as voltas!

Mas é pena o piso 0 continuar fraco. Já o ano passado o espaço não estava nada de especial, se bem que não era mau de todo. Tá dificil de termos um FIBDA 5 estrelas... e o tuga, é sempre o tuga. Nunca leram na vida, quanto mais BD, mas copos, para isso tão lá... não mudamos.

verbal disse...

Bongop, de acordo com a informação disponibilizada pelo FIBDA no seu site, Milo Manara estará nas sessões de autógrafos nos dias 27/OUT das 16h às 17h e 28/OUT das 15h às 17h.

A confirmar-se estes horários, claro está que convem estar lá bastante mais cedo até porque as filas devem ser grandes!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...