12 outubro, 2007

FIBDA’2007 (5) – Prémios Nacionais de BD

José Carlos Fernandes é o autor que lidera as nomeações (5) para os Prémios Nacionais de BD atribuídos pelo FIBDA, ao conseguir colocar duas obras suas, “Os Pesadelos Fiscais de Porfírio Zap” e “Tratado de Umbrografia – BBS 1”, nas categorias de “Melhor Álbum Português”, “Melhor Argumento” e “Melhor Desenho”.

Não deixa de ser curioso que o álbum “Os Pesadelos Fiscais de Porfirio Zap” esteja nomeado para “Melhor Álbum”, uma vez que se trata de uma edição provavelmente desconhecida do publico em geral, uma vez que não esteve disponível para venda, sendo sim objecto de uma distribuição (gratuita) bastante limitada no âmbito de uma campanha promovida pelo Ministério das Finanças. No obstante este pormenor, não deixa de ser uma excelente obra tendo em vista o fim a que se destinou, dotada do humor cáustico bastante peculiar em José Carlos Fernandes, que é agora reconhecida pelo júri do FIBDA.

A propósito, um dia deste publicarei aqui nas “NOTAS” a minha análise critica a esta obra de JCF.

Com três nomeações cada, seguem em ex-aequo os autores Filpe Abranches com o álbum “Solo” e José Abrantes com “As Aventuras de Hemodonte – A Tia Névoa” que repetem nas categorias de “Melhor Álbum”, “Melhor Argumento” e “Melhor Desenho”.

Nas nomeações para a categoria de “Melhor Álbum de Autor Estrangeiro” destacam-se três publicações da ASA: “Alguns Meses em Amélie” (cujo o autor Jean-C. Denis foi convidado do FIBDA na edição do ano passado), “Muchacho” e “Lá , em África…”, seguido de duas nomeações para a (desaparecida) DEVIR para “Hellboy: A mão direita do Apocalipse” e “Demolidor Amarelo” e para terminar “Faguin, o Judeu” de Will Eisner da GRADIVA.

Este ano, o FIBDA criou uma nova categoria, para premiar o “Melhor Álbum de Autor Português em Língua Estrangeira”, estando nomeados “Mobbing en Poudres” de Alexandre Algarvio e “Merci Patron” de Rui Lacas.

Em jeito de “cunha” destaco a nomeação do excelente “Príncipe Valente 1947-48” na categoria de “Clássicos da Nona Arte”.

Termino informando que o júri da fase de Nomeação foi constituído por: Nelson Dona (director do Festival); Carla Pott (ilustradora, em representação de Alain Corbel); Luís Salvado (jornalista especializado); Sara Figueiredo Costa (crítica de BD) e Carlos Gonçalves (coleccionador de BD).

Dia 27 de Outubro conheceremos os vencedores!

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...