15 julho, 2009

O Diabo dos Sete Mares - parte 2

Com a publicação do segundo álbum do díptico "O Diabo dos Setes Mares", conclui-se a inédita incursão do multifacetado autor belga Hermann no género "piratas das caraíbas". Não teve sorte. O argumento escrito pelo seu filho Yves H., padece de pontos altos que toda uma história de piratas podia proporcionar. Faltam por exemplo belas batalhas navais ou grandes combates de que eram férteis estes tempos, para os quais a arte de Hermann estaria certamente à altura do que seria exigível.

Esta segunda e conclusiva parte deste "Diabo" manteve as características da primeira parte. Não se assiste a grandes desenvolvimentos, mas apenas o desenrolar dos vários caminhos tomados pelas numerosas personagens centrais, em direcção ao ambicionado tesouro do pirata Robert Murdoch. Mas nem assim a leitura se tornou menos confusa. A morte de mais de metade dos intervenientes não foi suficiente para se assistir a uma diminuição da “multidão”, uma vez que todos eles logo regressaram à vida, desta vez sob a forma de “mortos-vivos”. Considero mesmo que a introdução de zombies e as referências ao Diabo tornaram esta segunda metade inverosímil. Depois temos um desfecho sem muito sentido, numa ilha com um vulcão à beira da erupção. Bastante inconclusivo. Já não há finais felizes. Resta-nos então o desenho de Hermann, que é mesmo a grande mais-valia do álbum (e desta colecção). Suave na construção dos cenários e na captação da atmosfera, que através de uma escolha fantástica de cores, proporciona ao leitor excelentes imagens.

Temos assim, numa boa edição em capa dura, uma história pouco conseguida (ponto fraco) suportada por um magnifico desenho (ponte forte), pelo que a avaliação individual que faço do álbum é igual à avaliação global que faço da aventura completa, ou seja, fico-me pela nota média.

O Diabo dos Sete Mares - Parte 2
Autores: Hermann (desenho) e Yves H. (argumento)
2º Volume, cores, capa dura
Edição: VitaminaBD, 1ª edição de Março de 2009

A minha nota:

1 comentário:

refemdabd disse...

Três estrelas generosas, a meu ver. Achei uma banhada tremenda. confuso é dizer pouco.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...