08 outubro, 2013

Leitura: Death Note vol. 6 - Toma Lá, Dá Cá


Facto. Com este sexto volume, ano e meio depois do inicio da publicação, a Devir tem cumprido e metade desta coleção já está editada em português. E pode-se dizer que as expectativas tem sido correspondidas. Death Note é uma mangá de leitura obrigatória a um ritmo que quase não admite paragens.


Há histórias que mesmo perdendo algum fôlego, até porque se desviam do seu curso principal,mantêm uma qualidade narrativa irrepreensível. Esta é uma delas. O ponto de partida deste volume, com o curioso título de Toma Lá, Dá Cá são os acontecimentos desencadeados pelo aparecimento de um terceiro Kira (ver livro anterior). Uma opção que não me entusiasmou muito, mas que se aceita em prol da história.

Assistimos agora ao evoluir da investigação por parte de L e Light. que se centra sobre um grupo de sete suspeitos. A história vai em crescendo ao longo dos vários capítulos.

Misa assume um papel importante ao identificar o novo Kira e a partir daqui torna-se interessante observar o desencadear de acontecimentos evoluírem literalmente à velocidade alucinante de uma perseguição automóvel. Graficamente tudo isto é qualquer coisa de extraordinário.

Death Note – Toma Lá, Dá Cá
Autores: Tsugumi Ohba (argumento) e Takeshi Obata (desenho)
Volume 6, preto e branco, TPB
Editora: Edições Devir, 1ª edição de Março de 2013














A minha nota:


Já publicados na colecção:
- Death Note vol. 1 - Aborrecidos
- Death Note vol. 2 - Encontro
- Death Note vol. 3 - Corrida Louca
- Death Note vol. 4 - Amor
- Death Note vol. 5 - Recomeço

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...