25 abril, 2014

Salgueiro Maia


A propósito do dia de hoje, e das várias propostas de leitura de banda desenhada que poderia aqui deixar, escolhi o álbum Salgueiro Maia, O Rosto da Liberdade, com textos e desenhos de António Martins. A edição, publicação da Câmara Municipal de Santarém, já data de 1999, mas mostra-se actual na homenagem que presta a um grande português, cuja coragem, determinação e capacidade de liderança operou uma revolução quase pacifica.

Centrada na figura de Salgueiro Maia, a história em jeito de narrativa simples descreve o dia 25 de Abril de 1974 desde das primeiras horas na Escola Prática de Cavalaria de Santarém até ao anúncio da rendição de Marcelo Cateano no quartel do Carmo em Lisboa. O álbum encontra-se bem conseguido, com um rigor histórico no argumento e um desenho realista de linha clara, pecando apenas no reduzido nº de páginas, cerca de 28, que é compensado por ilustrar os principais acontecimentos do dia, nomeadamente o momento de maior tensão ocorrido na Ribeira da Naus, quando Salgueiro Maia é confrontado com a ordem de disparo do Brigadeiro Junqueira dos Reis ou o anúncio da queda do regime feito por Salgueiro Maia da janela do quartel no Carmo.

Salgueiro Maia, O Rosto da Liberdade cumpre, dando a conhecer uma página da nossa história e um dos nossos grandes heróis nacionais. Boas leituras!

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...