11 fevereiro, 2015

Colecção XIII #10 O Dia do Mayflower / O Isco

E terminou hoje a colecção XIII, da parceria ASA/Público, que tão bem fica nas nossas bedetecas. Os leitores portugueses ficam com mais uma série «em dia». E sim, já podemos ler finalmente o álbum «Regresso a Greenfalls/A Mensagem do Mártir» que estava guardado desde Dezembro.
Em termos de qualidade de colecção, XIII perde talvez para a do Thorgal, apenas porque esta se apresentou em capa dura. Mas ambas do melhor da bd franco-belga. Ambas 5 estrelas.

O Dia de Mayflower
Depois de descobrir a verdade sobre a sua identidade, XIII vai a partir de agora mergulhar nos mistérios da sua memória. Graças à estimulação cerebral, XIII obtém providencialmente a pista de um antigo colega de escola, Jim Drake. Mas os assassinos da USafe Incorporated impedem o reencontro... Contudo, antes de morrer, Drake ainda tem tempo de aludir, perante o amigo, ao Dia do Mayflower…

O Isco
Ainda refugiado em França no castelo de Armand e Betty, XIII continua na mira da USafe Incorporated. Esta sociedade de mercenários, bem posicionada nas mais altas esferas da Administração americana, não hesita em montar uma operação para raptar Jones no Baniquistão a fim de atrair XIII. Betty, por seu lado, investiga sobre o Mayflower e descobre uma conspiração com revelações adicionais surpreendentes…

O Dia do Mayflower / O Isco
Álbum duplo, corresponde ao n.º 10 da colecção XIII
I. Jigounov e Y. Sente
Capa mole, 96 páginas a cores
ASA/Público, 1ª edição de Fevereiro de 2015

4 comentários:

Optimus Primal disse...

" Em termos de qualidade de colecção, XIII perde talvez para a do Thorgal, apenas porque esta se apresentou em capa dura. Mas ambas do melhor da bd franco-belga. Ambas 5 estrelas."

A capa ser dura ou não é irrelevante quando o que mais importa é estar completa.

Anónimo disse...

Excelente coleção e agora ficamos à espera da próxima, será Largo Winch?

Nuno Neves disse...

Optimus, acredita que a edição em capa dura tem só tem vantagens e faz toda a diferença. Por exemplo tenho álbuns em capa mole antigos que hoje não os consigo abrir sob o risco de fazer soltar a capa do miolo. No lado oposto, estão os de capa dura, cuja leitura se faz sem qualquer problema.

Nuno Neves disse...

Anónimo, era muito boa a colecçao Largo Winch, mas não me parece que tenhamos essa sorte. A próxima colecção do Público tem a chancela da LEVOIR, pelo que devemos esperar bd de origem americana. Pessoalmente dispensava mais super-herois, mas aguardemos para ver. Talvez para Março.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...