11 agosto, 2015

Lançamento Gradiva: COSMICOMIX - A Descoberta do Big Bang

A editora Gradiva tem dado tímidos passos na edição de banda desenhada em Portugal. A grande aposta desta surgiu na edição (e posterior reedição) da colecção Calvin e Hobbes. Sucesso garantido ou não estivéssemos a falar de umas das mais populares bd em tiras de jornal.

No ano passado estreou-se nas novelas gráficas com o lançamento de LOGICOMIX - Uma busca épica pela verdade, de Apostolos Doxiadis e Christos Papadimitriou, uma narrativa que faz a ponte entre a ciência e a banda desenhada. A boa receptividade ao livro, levou a editora, já este ano, a editar COSMICOMIX - A Descoberta do Big Bang, de Amedeo Balbi e Rossano Piccioni.

Sinopse:
Uma história fascinante sobre a descoberta das origens do Universo. Em 1964, Arno Penzias e Robert Wilson, dois jovens radioastrónomos dos laboratórios Bell, estão a aperfeiçoar o funcionamento de uma grande antena, em Holmdel, Nova Jérsia, e captam um zumbido de fundo misterioso. Começa assim uma investigação que os levará a rever meio século de história da ciência e culminará numa das descobertas maiores da humanidade.Seguindo as pisadas de outros cientistas, deparam com descobertas sensacionais e intuições injustamente descartadas. De Einstein e Hubble ao padre e cientista Lemaître, passando pelo iconoclasta Gamow e pelo soleníssimo Hoyle, cada um deles encontrou um fragmento da solução. Nenhum viu o quadro geral. Quando este finalmente tomou corpo, ficou clara a ideia de que por detrás daquele ruído se escondia algo grandioso.
Tratava-se da pergunta que a humanidade se colocara desde as suas origens: como e quando nasceu o Universo? Este livro é a prova de que a ciência não tem de ser aborrecida e também pode servir-se aos quadradinhos, sem deixar de ser interessante.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...