01 novembro, 2015

26º AMADORA BD: Vencedores dos PNBD 2015

Foram ontem anunciados os vencedores dos Prémios Nacionais de Banda Desenhada (PNBD) atribuídos pelo festival AMADORA BD. O resultado traduz o que se pode chamar uma «distribuição do mal pelas aldeias» (salvo seja), isto é, o júri repartiu os prémios, não existindo uma editora, obra ou autor que tivesse dominado em diferentes categorias.

OS VENCEDORES DOS PNBD 2015:

Prémio Nacional de Banda Desenhada – Troféu de Honra
Pedro Massano

Prémio Nacional de Banda Desenhada – Melhor Álbum Português
Zombie, de Marco Mendes (Turbina/Mundo Fantasma)


Prémio Nacional de Banda Desenhada – Melhor Argumento para Álbum Português
André Oliveira, Volta - O Segredo do Vale das Sombras (Polvo)


Prémio Nacional de Banda Desenhada – Melhor Desenho para Álbum Português
Nunsky, Erzsébet (Chili com Carne)


Prémio Nacional de Banda Desenhada – Melhor Álbum de Autor Português em Língua Estrangeira
Crumbs, de Afonso Ferreira, Ana Matias, André Caetano, André Oliveira, André Pereira, Bernardo Majer, David Soares, Fernando Dordio, Francisco Sousa Lobo, Inês Galo, Joana Afonso, Mário Freitas, Nuno Duarte, Osvaldo Medina, Pedro Cruz, Pedro Serpa, Ricardo Venâncio, Sérgio Marques, Zé Burnay (Kingpin Books)


Prémio Nacional de Banda Desenhada – Melhor Álbum Estrangeiro de Autor Português
Loki - Agent of Asgard, de Jorge Coelho (Marvel)



Prémio Nacional de Banda Desenhada – Melhor Álbum de Autor Estrangeiro
Papá em África, de Anton Kannemeyer (MMMNNNRRRG)


Prémio Nacional de Banda Desenhada - Melhor Álbum de Tiras Humorísticas
Toda a Mafalda, de Quino (Verbo)


Prémio Nacional de Banda Desenhada – Melhor Ilustração de Livro Infantil (Autor Português)
Bernardo P. Carvalho, Daqui Ninguém Passa! (Planeta Tangerina)


Prémio Nacional de Banda Desenhada – Melhor Ilustração de Livro Infantil (Autor Estrangeiro)
O Tempo do Gigante, de Manuel Marsol (Orfeu Negro)


Prémio Nacional de Banda Desenhada – Prémio Clássicos da 9.ª Arte
O Diário do Meu Pai, de Jiro Taniguchi (Levoir/Público)


Prémio Nacional de Banda Desenhada – Melhor Fanzine
Terrea, de Ricardo Cabral (Edição de Autor)


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...