28 outubro, 2016

Lançamento G.FLOY: O Astrágalo

A G.Floy preparou uma mão-cheia de novidades para este final do ano e todas elas estão disponíveis no festival Amadora BD. Para além da continuação das daquelas séries que nos entusiasmam, como SAGA, Tony Chu ou Southern Bastards, apresenta-nos tambem interessantes propostas de leitura. Este O Astrágalo é uma delas.

Lançado em 1965, fez descobrir a milhões de leitores o destino de uma jovem mulher escandalosamente livre na França de antes de Maio 68. Desse destino, Albertine conseguiu fazer uma grande obra, graças ao “estilo Sarrazin”, uma maneira de escrever que misturava a frescura do argot, o calão francês tão típico de Paris, a mestria da língua francesa e verdadeiros achados poéticos, sob o signo de uma liberdade audaciosa, tónica e cheia de humor. O Astrágalo é o primeiro volume de uma autobiografia que continuou em La Cavale e depois La Traversière. No ano em que saiu esse terceiro romance, 1967, Albertine Sarrazin morreria numa mesa de operações. Ainda não tinha 30 anos.

Anne-Caroline Pandolfo e Terkel Risbjerg trabalham juntos há alguns anos, em adaptações à banda desenhada de livros vários, e em projectos próprios. Anne-Caroline Pandolfo é ilustradora e argumentista; um encontro fortuito com produtores de filmes leva-a a realizar duas curtas-metragens animadas para crianças, e isso vai encorajá-la a continuar esse trabalho criativo na banda desenhada. Terkel Risbjerg é um artista dinamarquês que estudou cinema e filosofia em Copenhaga, e acabou por se fixar em França, onde trabalhou alguns anos em animação, tendo trabalhado nomeadamente em Le Chat du Rabin e na série Yakari. Juntos, assinaram já quatro romances gráficos: este O Astrágalo, bem como Mine: Une Vie de Chat, La Lionne (uma biografia de Karen Blixen em BD), Le Roi des Scarabées, e mais recentemente (acabado de lançar há dias) Perceval, adaptação do Romance de Perceval, publicado nas Éditions Le Lombard.





O ASTRÁGALO
Anne tem 19 anos, e parte um osso do tornozelo chamado astrágalo, ao saltar a parede da prisão onde está presa por assalto. Salva por Julien, um ladrão como ela, Anne irá esconder-se, sofrer, rebelar-se, voltar a fugir, tanto faz, está loucamente apaixonada por Julien. Estavam em fuga, são jovens e bonitos, são livres e totalmente, furiosamente selvagens... E a sociedade autoritária do pós-guerra da França vai fazer-lhes pagar o preço dessa liberdade.

Ficha técnica:
O ASTRÁGALO
de Anne-Caroline Pandolfo e Terkel Risbjerg
Formato novela gráfica, 17 x 24, capa mole com badanas,
224 páginas, preto e branco
ISBN 978-84-16510-23-8
PVP: 13,99€
Editora G.FLOY


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...