03 dezembro, 2016

Na capital nacional da BD vai surgir um Museu de Banda Desenhada


Há muito que de Beja só chegam boas noticias. A cidade de Beja, com a sua Bedeteca, e principalmente com o seu Festival de Banda Desenhada têm-se afirmado como um dos principais agentes dinamizadores e divulgadores de banda desenhada em Portugal. E apesar de ter uma existência relativamente curta – este ano celebrou-se a sua 12ª edição – o Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja é hoje o melhor festival da 9ª arte que se realiza em Portugal, muito por culpa do seu director, Paulo Monteiro, com a dinâmica e diversidade que imprime ao evento, conseguindo sempre, ano após ano, uma qualidade tanto ao nível das mostras e exposições como ao nível dos autores convidados.

Dando continuidade a este excelente trabalho de promoção e divulgação, a Câmara Municipal de Beja acaba de anunciar a criação de um Museu de Banda Desenhada. A ideia é fazer “um percurso pela História da Banda Desenhada Portuguesa, de 1850 até à actualidade”, disponibilizando aos visitantes várias obras originais e uma forte componente multimédia.” O Museu terá também ao dispor dos utentes vários ateliês, espaços de trabalho e galerias de exposições temporárias, entre outras valências.

A criação deste equipamento, que acolherá a Bedeteca de Beja, integra a estratégia de promoção, dinamização e valorização económica do Centro Histórico de Beja, pelo que o mesmo será instalado num edifício do município, situado em pleno Centro Histórico.

Beja ganha assim mais encanto…. bedéfilo.
Está assim de Parabéns, a cidade de Beja, o seu Município, o Paulo Monteiro e a sua extraordinária equipa.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...