17 junho, 2017

Lançamento DEVIR: O Homem que Passeia

O autor japonês Jiro Taniguchi está de regresso aos escaparates das livrarias nacionais, pela Devir, com este "O Homem que Passeia", ainda que esta seja uma reedição de "O Homem que Caminha", publicado anteriormente na colecção Os Clássicos da Banda Desenhada - Série Ouro (edição Correio da Manha).

Trata-se de uma excelente obra, intimista e dotada de uma grande sensibilidade, característica do autor.

Esta edição inaugura uma nova colecção de clássicos manga da editora - TSURU - que pretende reunir   autores japoneses clássicos e contemporâneos inovadores, reconhecidos pela sua contribuição para a arte da banda desenhada e também, para a cultura japonesa.

O HOMEM QUE PASSEIA
Um homem contempla os subúrbios da sua cidade. Caminhando devagar, escuta e cheira. Para e observa. É impossível não nos sentirmos alheios e indiferentes ao mundo, em contraste com este olhar puro. Passeando por estas páginas reaprendemos a olhar, talvez a viver, mais atentos às pequenas coisas. Uma história que se distancia dos estereótipos habituais do mangá, onde se sucedem pequenas histórias sem diálogo, encontros ocasionais, o prazer da contemplação e de andar sem destino.

Ficha técnica:
Colecção Tsuru: O Homem que Passeia
De Jiro Taniguchi
Capa mole, formato 170x240 mm, 244 páginas a preto
ISBN 978-989-559-304-0
PREÇO: €19,99
Editora DEVIR



5 comentários:

diogosr1 disse...

Boa aposta. Estava a pensar que compraria seguramente, enquanto lia o teu post, e depois vi o preço. Nem pensar :(

Optimus Primal disse...

""O Homem que Passeia", ainda que esta seja uma reedição de "O Homem que Caminha", publicado anteriormente na colecção Os Clássicos da Banda Desenhada - Série Ouro (edição Correio da Manha)."

Ainda bem a ver se compro.Foi um dos que deixei passar na Serie Ouro.

Eskorpiao77 disse...

Por este preço o mínimo que se pedia era uma edição em capa dura. E se o papel for da mesma qualidade dos manga "regulares" (Naruto, Death Note, etc.) então será mesmo uma vergonha para a Devir.

Nuno Neves disse...

Era justamente o que ia dizer, esta edição e o preço justificavam uma capa dura; em capa mole, mesmo com um acréscimo de páginas face à edição do CM, o PVP é puxado, demasiado puxado. Eventualmente irei esperar por uma promoção boa para comprar.

pco69 disse...

Sabemos que tem pouca coisa escrita, mas... vai ler-se da esquerda para a direita ou, sendo edição Devir, da direita para a esquerda?

E os outros da prevista nova coleção?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...