13 setembro, 2008

Como organizar?

Um dos motivos pelo qual pouco tenho escrito aqui, deve-se ao facto da minha bedeteca pessoal ter atingido o ponto de saturação. Os álbuns e revistas de BD acumulavam-se em pilhas desorganizadas pelos cantos desta assoalhada transformada em escritório adaptado para bedeteca. Alguns álbuns pura e simplesmente não os encontrava. Com as últimas aquisições de mês passado, a integridade de algumas edições mais antigas começou a ficar em causa. A solução passava por optimizar o espaço disponível, ou seja, 10 prateleiras, cinco com um comprimento de 55 cm cada e outras cinco com 75 cm, para várias centenas de álbuns. O princípio subjacente é "o espaço é um bem escasso", até porque não disponho mais prateleiras e por outro lado pretendia uma bedeteca funcional.

E como organizar?

Se a primeira fase, a triagem, foi relativamente fácil, até pela questão do formato: franco-belga para um lado, americana/inglesa para o outro e a portuguesa fica aqui; a segunda, de arrumação nas prateleiras, revelou-se um verdadeiro jogo de paciência.

Depois de separação, comecei pelo óbvio. Pela sua natureza e formato, as colecções "Série Ouro" e "Clássicos da BD" do Correio da Manha ocupam na perfeição uma prateleira de 75. Com espaço ainda para os nove volumes das "Obras-primas da BD Disney". Optimização perfeita!

A BD americana/inglesa, em formato tpb, também se resolveu bem. Super-heróis e outras histórias convivem bem em duas prateleiras exclusivas, com a vantagem de sobrar espaço (pouco) para futuras aquisições.

Quanto á BD portuguesa, colecções mais antigas não incluídas, o volume é reduzido. As edições de autores portugueses são dominadas, basicamente, por José Carlos Fernandes e Luís Louro. Meia prateleira de 55 cm e o caso ficou arrumado!

Pelo seu elevado número de álbuns e pela diversidade de personagens, autores e géneros, o problema surgiu na BD franco-belga. Arrumo por ordem alfabética das personagens (Alix, Asterix, Blake & Mortimer,...), por género (western, ficção-cientifica, histórico,...), por autor ou por editora?

Pessoalmente gostava de organizar por autor numa perspectiva de evolução histórica. Mas depois temos aqueles autores (por ex. Van Hamme) de vários personagens (Thorgal, Largo Winch, etc) ou então a mesma personagem por vários autores (Blake e Mortimer) ou ainda autores de diferentes géneros (Giraud/Moebius). E histórias há que nem as sei situar. E depois há aquela eterna questão: argumentista ou desenhador? E o que fazer com aqueles que se assumem ora como argumentistas ora como desenhadores em diferentes séries (Giroud)? E se fosse por editoras, ficava bem colocar depois do "ALIX" (das Edições 70) o "Torpedo 1936" (da Futura)?

E os tamanhos? O que dizer dos 31,5 cm de altura da série “Bouncer” da ASA comparado com os 29 cm da série “Blueberry” da Meribérica. Porque onde cabe a Meribérica não cabe a ASA. Quem diria que dois centímetros faziam toda a diferença!

Com tantas condicionantes, adoptei o critério... de não ter critério. Arrumei, tendo em conta os formatos, as personagens, numa lógica mais ou menos respeitadora da época onde decorre a acção, tentando não separar muito álbuns do mesmo autor, mas não obrigatoriamente por esta ordem. O resultado final é o Tintim a seguir ao Asterix, o Corto Maltese “entalado” entre o Alix e o Spirou, o Jeremiah entre o Valerian e o XIII, entre outros. Primeiro estranha-se depois entranha-se!

Uma das consequências desta arrumação, foi uma pilha enorme de sobras de BD, que irei colocar à venda num futuro próximo num qualquer site de leilões on-line.

Já agora, como é que vocês organizam a vossa bedeteca?

7 comentários:

Gustavo Carreira (requiem) disse...

Pois é, também eu estou a sofrer de graves problemas de falta de espaço. No momento tenho apenas 4 prateleiras, com cerca de 1,20m cada, mas quase 1/3 da colecção está em montes pelo chão... No entanto, já arranjei uma enorme estante com 6 prateleiras de quase 2,5m que me vai resolver o problema por muuiittos anos, mas ainda não a trouxe para casa.
No que respeita à organização, tal como tu, sigo algumas directrizes pessoais meio estranhas. O mais fácil é os comics (e tpb´s) que estão divididos em editoras, e sub-divididos em personagens seguindo a cronologia. Depois, ainda tento ter os livros dos X-Men junto dos Wolverines, por exemplo, os Thor junto dos Vingadores, as cenas do Moore todas juntas, do Vaughan e etc.
Nos f.b é que, realmente, a coisa se complica.
Organizo numa mescla de tema/estilo/autores, dando primazia ao que acho ser mais importante em determinada obra. Por exemplo, tenho os Blueberry muito longe das coisas do Moebius (porque o que considero prevalecente é o facto de serem westerns, e até é como se fossem de autores distintos), mas os do VanHamme estão todos juntos... enfim, é um guisado de que só eu sei os ingredientes, sem os conseguir explicar, eheh, mas não será muito diferente do teu.

abraço

Gustavo Carreira (requiem) disse...

Ah, e se venderes mesmo alguma coisa, avisa aqui no blog primeiro, para estarmos atentos.

celtic-warrior disse...

Eu já estou a sofrer com a falta de espaço, mas felizmente ainda tenho duas prateleiras que me sobraram, por isso a coisa até está controlada, ainda que temporariamente. Daqui a uns anos não sei onde é que vou meter tanta BD!

Eu organizo os meus comic num pequeno armário que tenho, uns em cima dos outros protegidos por capas. Ainda tenho de arranjar caixas arquivadores de modo a meter os comics num gavetão e deixar o espaço do armário livre. Os tpb's e FB's ficam na prateleira, já um bocado sufocados.

Bongop disse...

Acho que todos nós sofremos do mesmo mal... ehehehe
Olha, eu arrumei os meus segundo dois factores:
- Tamanho
- Acho que aqui fica fixe

Tamanho, ou formato, é lógico pois consegue-se meter mais prateleiras no móvel !
"Acho que aqui fica fixe" , é bom porque é tua ordem que manda, e assim quando queres procurar um determinado título, sabes logo +/- onde se encontra !
:)

refemdabd disse...

hehehe! "Acho que aqui fica fixe" é uma boa cena.

Tenho as coisas arrumadas por séries, i.e., a colecção do Corto está toda junta, independentemente de serem das Edições 70, Meribérica ou Casterman. Aquelas que não se enquandram numa grande série ficam juntos, tipo todos os da editora Futura. Mas, basicamente, é por tamanho e por ficarem fixes uns com os outros, há semelhança com o Bongop. Os mais pesados precisam de prateleiras mais robustas (Bësta - IKEA). Os TPBs vão todos para as mesmas prateleiras. Todos os comics ficam em Long-Boxes. Todos os formatinhos (gibis) também estão dentro de caixas. Hardcovers da Marvel ficam todos juntos; os maiores numa prateleira, os menores noutra. Outros Hardcovers e séries que não têm um formato definido fazem parte de uma prateleira muito heterogénia. Já os comic-strip books (tipo Zits) também estão todos juntinhos. As estantes que ainda têm espaço no topo, servem para os collectables.

Em suma, tenho um escritório/biblioteca com 17m2 com um total de mais ou menos 7m por 2,50m de estantes (Billy e Bësta do IKEA, tendo as primeiras portas de vidro). Ainda tenho o roupeiro embutido da divisão (de quatro portas) cheinho até metade (altura) com long-boxes de comics.
E JÁ NÃO TENHO ESPAÇO!!! No corredor já meti mais uma Billy (também já está cheia) e já entrei em dificeis conversações com a minha esposa para comprarmos uma estante gigantesca para a parede frontal da Sala. O quarto do miudo também irá herdar algumas coisas que ainda estão fechadas em caixas, e se não vier outra criança depressa, o agora quarto das visitas ainda irá sofrer uma anexação violenta ao escritório/biblioteca.

Portanto, se encontrarem por aí uns 20m2 que ande à procura de emprego, digam-lhe para me telefonar.

@Celtic:
Não empilhes os Comics que ficam todos estragados. Coloca-os ao alto, como os álbuns.

Crimsson disse...

Eu também vou arrumando com critérios um bocado ambíguos. Por editora é estranho, uma vez que heróis como o Spirou o o Tintim abrangem várias. Por ordem alfabética de herói fica estranho (Estrumfes ao lado de Estrela do Deserto...). Acabo por orientar por gosto e por outro critério mais prático: o tamanho dos albuns. Normalmente vai dos maiores (capas duras como o BLacksad) para as coisas mais pequenas.

Para além disso tenho separado por géneros: FB de um lado, comics (nesse caso por herói e editora) de outro, Cartoon de outro.

No forum do Central Comics existem fotos de algumas colecções, num post chamado exactamente "Fotos de Colecções de BD".

Rezendes disse...

Pois, pois, o problema é como arrumar tudo, e quero dizer mesmo tudo, o que anda cá por casa: os álbuns de quadradinhos, as revistas de quadradinhos (eu prefiro esta expressão à bd), portugueses, brasileiros, franceses, americanos (e não só norte-americanos), espanhóis. Andam por aí colecções do Mosquito, do Cavaleiro Andante, do Zorro, do Mundo de Aventuras, números do Senhor Doutor, do Diabrete, do Falcão, do Tintin, do Jornal do Cuto, o Lobo Mau, da colecção Espaço, Guerra, Selecções do MA, A Suivre, Metal Hurlant, Pilote, Corto Maltese, Bodoi, Jacto, Jacaré, Titã, Condor Popular, Ciclone, Rambla, 1984, Heavy Metal, comics underground, Pif Gadget, e mais uma data deles, para nem falar dos livros, das outras revistas que não são de quadradinhos, das cassetes VHS (ainda tenho umas boas centenas), os DVD, os CD áudio, e o resto da tralha, desde revistas antigas e todo o tipo de coisas (soldadinhos de chumbo, miniaturas de automóveis, etc. etc.), postais, selos, moedas, notas... Enfim, uma saga.
E quando me deu para começar nos originais de quadradinhos a coisa ficou ainda pior, porque os formatos são os mais díspares, desde as tiras norte-americanas (e há-as de várias dimensões), as páginas dominicais (idem, aspas), as páginas originais europeias, desde as franco-belgas às britânicas, as argentinas, mexicanas, etc.
Tenho a sorte de ter umas prateleiras em que consegui arrumar livros e revistas em duas camadas, ou seja, uma à frente e outra atrás, mas depois acabou-se o espaço e começaram as confusões. De maneira que há coisas empilhadas pelo chão, sobretudo livros, dentro de caixas, por todo o lado. Mas aindo consigo libertar a sala da maior parte destas coisas. tenho duas divisões com estantes, outras nos corredores...
Quanto à organização, basta dizer que há uma desorganização mais ou menos localizada, ou seja, ainda sei (mais ou menos) onde páram as coisas. Mas às vezes perco-me.
E já não limpo o pó há uma data de anos. Nem vale a pena pensar nisso...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...