19 maio, 2022

Lançamento A SEITA: O Perigoso Pacifista - Histórias de Adriano Correia de Oliveira

Uma BD biográfica de uma voz da canção popular portuguesa é nova proposta de leitura da editora A SEITA, aqui em associação com o Centro Artístico Cultural e Desportivo Adriano Correia de Oliveira. Com o provocatório titulo O PERIGOSO PACIFISTA, este livro que conta com o argumento de Paulo Vaz de Carvalho e o desenho de João Mascarenhas, traz-nos a vida e obra de Adriano Correia de Oliveira, músico português e cantor de intervenção no período do Estado Novo. 
 
Sobre esta obra escreveu Paulo Monteiro, Director do Festival de BD de Beja: 
Boa parte da alma cantada da Revolução dos Cravos passa pelos acordes e pela voz de Adriano. E é boa parte dessa alma que nos é revelada neste livro. A vida como ela é, contada de forma sublime neste livro encharcado em humanidade e poesia. Um livro que reverbera a vida de Adriano mas que fala essencialmente da condição humana, trazendo o músico para o nosso convívio, para a nossa intimidade.” 
 
O PERIGOSO PACIFISTA
A música de Adriano Correia de Oliveira marcou profundamente a vida de Portugal antes e depois do 25 de Abril, e foi uma das peças fundamentais com que se construiu o país democrático em que hoje vivemos. Durante muito tempo injustamente esquecida, a obra de Adriano é homenageada neste livro que, através de depoimentos daqueles que privaram directamente com o cantor, recolhidos por Paulo Vaz de Carvalho e João Mascarenhas, mostra um lado mais divertido e mais humano de uma das mais importantes vozes portuguesas da segunda metade do século XX.
 
Não sendo uma originalidade, este livro é complementado com um CD em que se reúnem sete dos maiores êxitos de Adriano Correia de Oliveira, proporcionando desta forma ao leitor um conhecimento literal da vida e obra do cantor. A saber:
 
1 – Minha Mãe (1962)  2 – Trova do Vento que Passa (1963)  3 – Cantar de Emigração (1970)   4 – Canção com Lágrimas (1970)  5 – E Alegre se Fez Triste (1971)   6 – Tejo que Levas as Águas (1975)  7 – Vira Velho (1980)
 
 
Ficha técnica:
O Perigoso Pacifista - Histórias de Adriano Correia de Oliveira
Arte de João Mascarenhas e argumento de Paulo Vaz de Carvalho
Capa dura, formato 215x285 mm, cores, 56 páginas.
ISBN: 978-989-53382-6-9 
PVP: € 17,50
Edição A SEITA

18 maio, 2022

Lançamento A SEITA / ARTE DE AUTOR: O Combate Quotidiano - Volume 2

E praticamente no espaço de nove meses o nome de MANU LARCENET entra no vocabulário dos bedéfilos portugueses. O lançamento do primeiro volume de O COMBATE QUOTIDIANO em Setembro do ano passado, recuperou um autor que por cá só tínhamos o registo de um único e despercebido álbum, Os Cosmonautas do Futuro (ASA, 2003) há quase há 20 anos! Mas foi a edição do recomendado, magnifico e perturbante O Relatório de Brodeck (um dos grandes livros de 2021) que trouxe definitivamente Larcenet para a nossa órbita.
 
Com a publicação agora deste segundo volume de O Combate Quotidiano, que reúne os volumes 3 (O que realmente importa) e 4 (Pregar pregos) da série original, as editoras A SEITA e a ARTE DE AUTOR concluem, em dois volume duplos, a edição portuguesa desta obra, que recolhe os quatro volumes da edição francesa original, publicados entre 2003 e 2008. Uma ficção com contornos autobiográficos, em que o humor anda a par com uma reflexão tocante sobre as pequenas coisas da vida. O Combate Quotidiano representou um momento de viragem na obra do autor.
 
O COMBATE QUOTIDIANO
Um relato com toques de autobiografia de um fotógrafo, que neste segundo volume se confronta com os desejos de maternidade da sua companheira, com a morte do seu pai, e com as fotografias antigas de eventos importantes, e outros menos importantes, comoventes, tristes, alegres... Um livro no qual o autor, através das pequenas coisas da vida do dia-a-dia, continua a questionar a alma humana com uma ternura tremenda, tocando os corações de todos os seus leitores de maneira profunda e permanente.
 
Ficha técnica:
O Combate Quotidiano – Volume 2 (de 2)
Argumento e desenho de Manu Larcenet
Capa dura, formato 215 x 285 cm, cores, 136 páginas.
ISBN: 978-989-9094-04-8
PVP: € 28,00
Co-edição A SEITA e ARTE DE AUTOR

17 maio, 2022

Lançamento GRADIVA: Alix Senator - Livro 4 : Os Demónios de Esparta

Quase que se estranhava tantos dias sem uma novidade da GRADIVA. Mas está aí. Em distribuição pelas livrarias encontramos este novo volume da série ALIX SENATOR. Os Demónios de Esparta é o 4º álbum desta colecção.
 
Apesar da minha expectativa inicial, pela personagem e pela temática, e do aparente(?) sucesso da colecção em França onde já conta com 13 álbuns publicados,  a verdade é que continuo sem ficar convencido com este Senator. Alix envelheceu mal. As tramas das histórias não são nada de especial e o registo gráfico não desperta qualquer entusiasmo. Não tenho problemas em dizer que considero das séries mais fracas do actual catalogo da editora.
 
OS DEMÓNIOS DE ESPARTA
Roma, ano 12 a.C. O imperador Augusto é todo-podereoso. Alix tem mais de cinquenta anos e é senador.O enviado romano encarregado de trazer os livros sibilinos da Grécia foi brutalmente assassinado e tudo parece apontar para os ferozes guerreiros de Esparta. Será que as falanges querem vingar-se das legiões, enquanto tudo, da Acrópole de Atenas ao santuário de Delfos, está em ruínas? Para recuperar os preciosos livros de oráculos, Alix terá que pegar em armas. Mas que terrível segredo poderia valer o preço do sangue?
 
Ficha técnica:
Alix Senator 4 - Os Demónios de Esparta
De Valérie Mangin e Thierry Démarez
Cartonado, dimensões 31,30x23,30, cores, 56 páginas.
ISBN 978-989-785-144-5
PVP: € 16,50
Edição GRADIVA
 

16 maio, 2022

Lançamento ALA DOS LIVROS: Little Tulip

Uma das boas novidades deste mês é trazida pela ALA DOS LIVROS com este magnifico LITTLE TULIP, da mesma dupla Jerome Charyn e François Boucq, dos quais a editora já nos tinha trazido anteriormente o excelente New York Cannibals.

Confesso que adoro estes álbuns, onde a qualidade do argumento rivaliza com a qualidade do desenho. Charyn traz-nos histórias de um submundo de NY cheio de lugares escuros e violentos, com uma auréola de mistério, às quais o traço realista e detalhado sem excessos de Boucq transforma em narrativas intensas. E em Little Tulip temos uma das leituras do ano!

Temos neste álbum uma história de sobrevivência e de vingança. A acção desenrola-se vinte anos antes dos acontecimentos de New York Cannibals. Alternado narrativa do presente com flash-backs do passado, conhecemos a violenta história da vida do tatuador Pavel e a sua sobrevivência, aos sete anos de idade, num inferno de um Gulag. 

LITTLE TULIP
Feito prisioneiro ao mesmo tempo que os seus pais, a infância de Pavel chega ao fim quando, aos sete anos de idade, descobre o inferno do Gulag. Separado dos seus, é forçado a absorver as regras que regem o seu novo universo: a violência permanente e o poderio absoluto dos chefes dos gangues. Convertido num temível lutador, Pavel consegue sobreviver como tatuador graças ao que aprendera com o pai e às lições do seu novo mestre de desenho. Com o decorrer dos anos, a fama de Pavel estende-se a todos os campos e o seu talento torna-se uma lenda.
 
Ficha técnica:
Little Tulip
De Jerome Charyn e François Boucq
Cartonado, 235 x 310 mm, cores, 96 páginas.
ISBN: 978-989-53275-8-4
PVP: € 24,00
Edição ALA DOS LIVROS


14 maio, 2022

Coleção Clássica Marvel, vol. 11: Fantastic Four - O Principe Submarino!

Hoje encontramos nas bancas o 11º volume da Colecção CLÁSSICA MARVEL, desta vez dedicado ao Quarteto Fantástico, que nos traz uma segunda volta das histórias criadas originalmente por Stan Lee e Jack Kirby.  
 
Reúne as histórias publicadas originalmente entre 1962 e 1963, nas páginas da revista Fantastic Four #6 a #10, onde o protagonismo é divido com o Príncipe Namor e o Dr. Destino.
 
Ficha técnica: 
Coleção Clássica Marvel, vol. 11: Fantastic Four - O Principe Submarino!
De Stan Lee e Jack Kirby
Capa mole, formato 17x26 cm, cores, 144 páginas.
PVP: € 8,95
Edição Atlântico Press/Correio da Manhã

13 maio, 2022

Lançamento ALA DOS LIVROS: OS COVIDIOTAS - 2ª Vaga

O período da pandemia foi tempo de confinamento, isolamento, de vacinas e anti-vacinas, de máscaras e mascarados, de testes e certificados, e foi tempo aproveitado pelo Luís Louro, para fazer-se de cronista dos tempos modernos do reino e fazer um retrato perfeito, sarcástico, irónico e porque não também critico, dos nossos comportamentos em tempos de pandemia. E como contado ninguém acreditava, o Louro desenhou! O problema foi que o raio da pandemia demorou tanto tempo (demasiado, acrescento eu), que deu tempo ao Luís para desenhar tantas tiras, que reunidas (respeitando sempre o distanciamento sugerido pela DGS) não couberam todas no primeiro volume. Impunha-se, portanto, uma segunda vaga, desculpem, um segundo volume! E aqui está, OS COVIDIOTAS – Segunda Vaga!
 
É para rirmos sem complexos, de nós todos. Somos assim, hilariantes! Não há-de da Humanidade estar perdida!

Inicialmente publicadas na página do autor no Facebook, as tiras de OS COVIDIOTAS, ficam agora integralmente reunidas em dois álbuns, com edição da ALA DOS LIVROS. Deixo só o alerta que não sei se isto fica por aqui, porque no momento que escrevo estas palavras já se fala numa sexta vaga da… pandemia!!!! 

Ficha técnica:
OS COVIDIOTAS - Segunda Vaga
Argumento e desenho de Luís Louro
Capa mole, 230 x 210 mm, p/b, 80 páginas. 
ISBN: 978-989-53275-7-7
PVP: € 11,90 | Edição da Ala dos Livros
 

 


12 maio, 2022

Lançamento ARTE DE AUTOR: Mausart - Edição integral

Alguns anos atrás, numa exposição no Amadora BD, fiquei encantado com as pranchas de um autor sérvio que dava pelo estranho nome de… Gradimir Smudja. Um ano antes, a editora Witloof tinha editado a sua espantosa banda desenhada de homenagem ao impressionismo intitulado Vincent e Van Gogh. Uma deliciosa fábula sobre dois pintores, ou a história de um misterioso gato, que numa noite em Arles, é salvo por Van Gogh. Todo o álbum é uma explosão de desenho e cor, numa narrativa deliciosamente divertida e num registo gráfico soberbo. Indispensável para quem gosta de pintura impressionista e banda desenhada, como eu. E quando eu pensaria que mais álbuns deste autor seriam por cá editados, a verdade é que tal não aconteceu.
 
E como se pode perceber foi com grande entusiasmo que recebi a novidade que a editora ARTE DE AUTOR voltaria a editar Gradimir Smudja. Já disponível na loja online da editora e em distribuição pelas livrarias, temos a edição integral de MAUSART, assinado por Thierry Joor no argumento e Gradimir Smudja no desenho, que reúne os dois volumes publicados originalmente.
 
MAUSART
Mausart e a família vivem dentro do piano do músico oficial da corte do rei da Áustria, o lobo Salieri. Uma manhã, Mausart apercebe-se de que a casa está vazia. É uma oportunidade demasiado boa para desperdiçar, e ele salta para as teclas do piano, criando um maravilhoso trecho musical... Quis o acaso que o trecho chegasse aos ouvidos do rei e da rainha, que exigem voltar a ouvi-lo! Para conservar o seu lugar na corte, Salieri vai ter de deitar a mão ao ratinho e obrigá-lo a executar a ária sem que suas majestades desconfiem do embuste... 
 
MAUSART EM VENEZA
Não há muito tempo, Mausart e toda a sua família ainda viviam dentro do piano do músico oficial da corte do rei da Áustria. Mas a recente fama do ratinho veio agitar o seu quotidiano e obrigá-lo a viajar um pouco por toda a Europa, muito para lá dos confins de um simples teclado de piano. De tal forma que termina hoje uma digressão a Itália. A sua última apresentação leva-o a Veneza na altura em que se anuncia o Carnaval... 
 
Ficha técnica:
Mausart – Edição integral
Argumento de Thierry Joor e desenho de Gradimir Smudja
Edição cartonada, cores, 88 págs.
ISBN: 978-989-9094-08-6
PVP: € 25,00
Edição ARTE DE AUTOR
 

11 maio, 2022

A «bomba» da Gradiva!

Uma das editoras-sensação dos últimos tempos por cá sido, sem dúvida, a GRADIVA. Não só pelos franco-belgas de qualidade (de séries como Tango, Lonesome, O Guardião ou Nestor Burma) que juntou ao seu catálogo, mas sobretudo pelo elevado número novidades que já editou este ano. Só para se ter uma ideia, o total de lançamentos nestes primeiros cinco meses (12) já superou os números da editora em 2021 (11) e neste momento só à sua frente está a DEVIR.
 
Derivado deste ritmo louco de lançamentos, colecções como Lonesome ou O Guardião já estão a par das edições francesas. E muito naturalmente coloca-se a pergunta: e então o que se segue? 
 
A resposta é simples, até Agosto seguem-se mais novidades e novas colecções de qualidade.
 
Num tempo em como o que vivemos actualmente, onde a palavra “nuclear” começa (infelizmente) a fazer parte como maior insistência do nosso dia-a-dia, a editora vai-nos trazer A Bomba. Uma novela gráfica de 450 páginas(!), assinada por Alcante, Laurent-Frédéric Bollée e Denis Rodier, sobre a história da bomba nuclear lançada a 6 de Agosto de 1945 sobre a cidade de Hiroxima. Lançamento previsto para Junho/Julho.
 
E para que a história do nuclear não fique incompleta, a editora complementa com a edição em dois álbuns de As Guerras de Albert Einstein, de Eric Chabbert. Primeiro volume em Junho, segundo em Julho.
 
Em termos de colecções, preparem-se para As Grandes Batalhas Navais. Em Agosto teremos Jutlandia, de Jean-Yves Delitte. A história do último grande confronto naval da Primeira Guerra na costa dinamarquesa, que opôs ingleses contra alemães. Uma vitória amarga para a Royal Navy. Por questões logísticas a editora optou por lançar primeiro o segundo álbum da série, mas a está prevista a colecção.
 
E num registo menos militarista, está igualmente prevista a edição de Marco Polo (Adam/Convard/Bono) em dois álbuns, integrada na colecçção «Descobridores». Primeiro volume em Junho, segundo em Julho. 
 
Deixo as capas (por agora das edições francesas) dos títulos citados. 
 
 


10 maio, 2022

Lançamento ALA DOS LIVROS: Mattéo - Quinta época (Setembro de 1936 - Janeiro de 1939)

Há colecções que em boa hora são recuperadas do esquecimento, e um belo exemplo é este MATTÉO de Jean-Pierre Gibrat, agora editado pela ALA DOS LIVROS

Depois dos dois primeiros álbuns com a chancela da extinta Vitamina BD, a Ala retomou a série em 2020, tendo lançado agora o quinto álbum, ou quinta época de acordo com a cronologia do autor, que remete a história para o período de Setembro de 1936 a Janeiro de 1939, em plena Guerra Civil Espanhola, ficando a colecção portuguesa a par com a colecção francesa.

Não sendo uma história de guerra, mas sim de amor em tempo de guerra, Mattéo, conta-nos a vida de um jovem antimilitarista, filho de um anarquista, cujo destino fá-lo cruzar-se com os principais conflitos militares do século XX, num magnifico trabalho de Gibrat tanto ao nível do argumento como do desenho.

MATTÉO - Quinta época (Setembro de 1936 - Janeiro de 1939)
Em Alcetia, Espanha, instalado em casa do maior latifundiário da região, Mattéo parece disposto a tudo para libertar Amélie, a quem os nacionalistas haviam capturado. Entretanto, e à medida que a Guerra Civil Espanhola caminha, de forma dramática, para o seu fim, o inimigo ganha terreno, estando cada vez mais próximo da posição ocupada por Mattéo e pelos seus companheiros. Conseguirá Mattéo regressar a Collioure? A que preço?
 
Ficha técnica:
Mattéo - Quinta Época (Setembro de 1936 – Janeiro de 1939)
Argumento e Desenho: Jean-Pierre Gibrat
Cartonado, 235 x 310 mm, 64 páginas, cores.
ISBN: 978-989-9180-00-4
PVP: € 21,00
Edição ALA DOS LIVROS

07 maio, 2022

Coleção Clássica Marvel, vol. 10: Amazing Spider-Man - Todos contra o Aranha!

Sábados são dias de CLÁSSICA MARVEL e nas bancas encontramos um novo livro da colecção. Começa aqui uma nova leva de histórias dedicadas aos nove super-herois apresentados nesta colecção. No volume de hoje, o 10º livro, retoma de novo às aventuras do Homem-Aranha.
 
Neste volume encontramos as histórias publicadas originalmente entre 1963 e 1964, nas páginas da revista The Amazing Spider-Man #6 a #10.
 
Ficha técnica: 
Colecção Clássica Marvel, vol. 10: Amazing Spider-Man - Todos contra o Aranha!
Reúne as histórias publicadas originalmente em The Amazing Spider-Man #6 a #10
De Stan Lee e Steve Ditko
Capa mole, formato 17x26 cm, cores, 144 páginas.
PVP: € 8,95
Edição Atlântico Press/Correio da Manhã

06 maio, 2022

Lançamento DEVIR: Demon Slayer - Livro 7: Combate Enclausurado

A editora DEVIR mantém o seu ritmo de novos lançamentos, mas ainda longe daquilo que se propôs fazer para este ano no âmbito da celebração dos 10 anos de de publicações de mangá. Chegados a Maio  soma-se mais um volume da muito popular série DEMON SLAYER, que ano passado alcançou o topo dos  livros mais vendidos da editora. Nas livrarias encontramos o sétimo volume.

COMBATE ENCLAUSURADO
Enquanto recuperam na mansão de Shinobu, Tanjirou, Zenitsu, Inosuke e Nezuko aprendem uma nova e poderosa técnica - Concentração Total! Vão precisar do novo poder e de todas as suas habilidades para derrotarem os demónios na sua próxima missão, a bordo do misterioso Comboio Infinito.
 
Ficha técnica:
Demon Slayer - Livro 7: Combate Enclausurado 
De Koyoharu Gotouge
Capa mole, dimensões 12,6 x 19 cm, p/b, 208 págs.
ISBN 9789895595297
PVP: € 9,99
Edição DEVIR