26 novembro, 2010

Imagem do dia: O novo Blake e Mortimer

B&M M30D_2

Saiu hoje para os habituais postos de venda, o novo álbum das aventuras de Blake e Mortimer que constitui a segunda parte do díptico “A Maldição dos Trinta Denários”. Como já é normal no mercado português, o álbum encontra-se disponível em duas capas diferentes, sendo que edição em capa alternativa (ver imagem) é de venda exclusiva nas lojas da FNAC.

5 comentários:

João Amaral disse...

Ah, esta não conhecia, mas confesso que gosto mais da outra, facto que vou ter em atençaõ quando comprar o álbum.

verbal disse...

Esta traz o valor acrescentado de ter uma tiragem mais baixa que a capa original.

Labas disse...

Esta capa é horrivel!
Não é mais do que uma ampliação de uma parte duma vinheta.
Ainda não comprei, porque só havia esta capa e comparando com a outra, a qualidade do desenho é muito inferior.

verbal disse...

Viva Labas, esta capa alternativa não é das mais felizes, mas lembro que no álbum anterior a capa principal era igualmente a ampliação de uma vinheta e o seu desenho também não primava pela sua beleza!

refemdabd disse...

"Capas Alternativas" na BD Franco-Belga! Mania dos Comics importada para este género? Um comic com capa alternativa trás algumas mais-valias: mais dinheiro à editora, que "só" paga uma capa a mais e vende cerca de 1/4 (no minímo) a mais de uma dada edição; o artista "convidado" a elaborar a capa é, normalmente, conceituado e cria um original especialmente para o efeito(por vezes recria um antigo sucesso); O coleccionador por apenas mais $2,99 fica com uma mais-valia na sua colecção (ultimamente, nem por isso, verdade seja dita!), que poderá valorizar 100% ou bem mais (lembro-me de algumas mais ou menos recentes que valorizaram mais de 500% ou mesmo 1000% - Zombies e Wolverine).
Mas nestas capas alternativas de F/B não percebo a ideia! Mais dinheiro para a editora, acredito que seja a única mais-valia(com certeza é a mais válida, e chegará, se se confirmar...!). Para o coleccionador, não vejo coisíssima alguma: as capas "alternativas" não são originais; não são de artistas "convidados"; são mal escolhidas (na minha opinião); e não custam apenas mais $2,99. Francamente, a mim não levam mais cerca de €14! As capas originais chegam-me. Edição limitada?!!! 1500?!!! Limitadíssimas...pfff! Qualquer destes álbuns só tem uma tendência: desvalorizar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...