29 setembro, 2012

Leitura: The Walking Dead vol. 3 - Segurança na Prisão

Estão de regresso os mortos-vivos! A DEVIR acaba de lançar o terceiro volume da coleção, apanhando assim boleia da estreia na televisão da terceira temporada, que em Portugal acontece no próximo dia 17 de Outubro na FOX.

Segurança na Prisão” marca o início de uma nova fase para o grupo de Rick. O caminho, depois de abandonarem a quinta de Hershel, leva-os a uma penitenciária. Apresentando segurança contra o exterior, aparentemente reúne as condições para a sobrevivência. Depois da obrigatória “limpeza” de zombies que a ocupavam, o sítio que outrora representava a condenação é agora, num mundo virado ao contrário, visto como um local de salvação. Mas na prisão, com tudo o que podia funcionar bem, depressa resvala para uma falsa segurança, dado o ambiente de desconfiança que se instala no grupo motivado pela presença de 4 desconhecidos, criminosos que lá permaneceram fechados enquanto o mundo cá fora se transformava.


Kirkman no argumento continua a explorar as emoções humanas até ao limite. Vai aos poucos descascando a humanidade das personagens. Apesar da ameaça zombie estar sempre presente, são as diferentes relações que se estabelecem entre os diferentes indivíduos do grupo o rastilho para a violência que acontece dentro da prisão. A maior ameaça está lá dentro e vem de onde menos se espera. Tyreese é o primeiro a sofrer com isso e o seu comportamento o melhor exemplo da opção de Kirkman. E Rick como líder desta pequena comunidade, visto como alguém, até pelo seu passado, que representa a autoridade, percebe agora, da pior forma, que o mundo mudou, a confiança no próximo pode por em causa a sobrevivência do grupo e talvez a sua. Na sequência de acontecimentos trágicos impõe sanções para quem desrespeita, sendo a justiça servida da forma mais simples que se possa admitir: quem mata morre. E é esta constante subversão das regras que torna a leitura de Walking Dead absorvente.

Charlie Adlard na arte mantem o seu traço único, vibrante e expressivo sobretudo pelos grandes e expressivos planos de situações mais extremas. Torna-se difícil imaginar esta série sem o seu desenho de zombies.


The Walking Dead é assim leitura que se esgota depressa, e agora mais que nunca justifica-se que a Devir edite rapidamente o quarto volume da coleção, porque a terceira temporada televisiva abarca desenvolvimentos e introduz novos personagens que importa aos leitores portugueses desta série rapidamente conhecerem.

The Walking Dead - Segurança na Prisão
Autores: Robert Kirkman e Charlie Adlard
Volume 3, preto e branco, TPB
Editora: Edições Devir, 1ª edição de Julho de 2012

A minha nota:


Relacionado:
- The Walkind Dead vol. 1 - Dias Passados

4 comentários:

João Amaral disse...

Já tenho o meu exemplar para ler. E depois de ter visto os dois primeiros, confesso que estou muito curioso para começar a lê-lo. Esta é, quanto a mim, de facto uma série que irá fazer História. Um abraço.

verbal disse...

Viva João, a partir de agora a narrativa vai no crescendo de tensão que culmina num desfecho verdadeiramente imaginável. Eu estou viciado. Walking Dead já ganhou o seu lugar na história. Em comics atingiu a notável marca da edição n.º 100. :) Abraço

Optimus Prime disse...

Os 100 numeros só são uma marca a assinalar porque não é Super-Herois,porque se fosse era banal,mas Kirkman tem o seu proprio Super Invencible que tambem deve estar quase na marca dos 100 numeros.

verbal disse...

Optimus exactamente por isso. Basta ver que houve novos lançamentos da DC e da Marvel depois das recentes alterações que já foram cancelados e o n.º 100 do WD vendeu a espantosa marca de + de 300.000 comics! A mais valia de WD é a constante renovação das personagens e consequentemente a imprevisibilidade da própria narrativa. Abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...