25 outubro, 2012

Leitura: O Hobbit

Um dos mais oportunos lançamentos da Devir este ano é, sem dúvida, o álbum O Hobbit. A adaptação gráfica do conhecido conto de JRR Tolkien que antecede a trilogia conhecida de O Senhor dos Anéis apresenta-se numa edição de excelência. Nova encadernação em capa dura, uma diferente ilustração na capa e num formato maior se comparado com a 1ª edição lançada em 2002. Em termos do interior não tenho meio de comparação (não possuo a edição anterior), mas posso dizer que na edição actual o trabalho de cores apresenta-se muito bom.

O Hobbit conta a fantástica história como o hobbit Bilbo Baggins, juntamente com mais 13 anões, embarca numa atribulada viagem cheia de perigos, para bastante além do seu mundo, para resgatar um magnífico tesouro guardado pelo terrível dragão Smaug ou então de forma muito resumida é a "incrível história como Bilbo Baggins descobriu o anel".
Como desfrutei do prazer do livro antes de me aventurar na leitura em banda desenhada (lá para Dezembro segue-se a "oportunidade" do filme), posso afirmar que esta espantosa narrativa de coragem e amizade tem uma adaptação, da responsabilidade Charles Dixon e Sean Deming, perfeita para banda desenhada pela fidelidade que apresenta. Muito me agrada que assim tenha sido feito, porque a riqueza do universo de Tolkien, nos diálogos e nas descrições narrativas, não poderia ter outro tratamento, muito à semelhança como, por exemplo, Peter Jackson fez e muito bem no cinema.
Ao nível do desenho, a arte de David Wenzel mostra-se extremamente capaz do desafio. Todos os espaços narrativos estão completos, num desenho realista e atento aos detalhes. O seu traço dá forma no nosso imaginário às imagens que criamos a partir da leitura do livro, revelando que absorveu toda a caracterização que é feita dos ambientes e sobretudo das personagens criadas por Tolkien. E o melhor reflexo disto são as grandes semelhanças que encontramos entre o desenho de Wenzel e as figuras de Gandalf e sobretudo do "precious" Gollum no fantástico cinema de Peter Jackson.

Esta edição da Devir mostra-se assim em linha com as grandes edições em Portugal de banda desenhada, tornando-se imprescindível para quem simultaneamente se mostra grande admirador da obra de Tolkien.

O Hobbit
Autoria de JRR Tolkien, adaptação de Charles Dixon e Sean Deming e desenho de David Wenzel
Álbum único, cores, capa dura
Editora: Devir, 2ª edição de Junho de 2012

A minha nota:

1 comentário:

Paulo Pereira disse...

Boa noite.
Sendo um coleccionador/amante de BD e um "Tolkien Colector" desde os anos 80, quero dar-lhe os parabéns pelo excelente e rigoroso texto que escreveu sobre o Hobbit. Não falhou nada. Nada mesmo. Melhor que muitos textos em jornais. Posso também dizer que comparando com a anterior edição está melhorada, sim senhor. Aproveitando a oportunidade seria muito agradável que se conseguisse autorização (não sei o que se passa com os direitos)de voltar a publicar a adapatção de The Lord of The Rings feita por Nicola Cutti e Luis Bermejo. Sobre Tolkien sempre que precisar de alguma ajuda é só dizer. Abraço Paulo Pereira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...