06 julho, 2014

Sessão de lançamento de Cidade Suspensa em Lisboa

Foi na passada Quinta-feira, no auditório do Instituto de Turismo de Portugal. que aconteceu  o lançamento em Lisboa da BD Cidade Suspensa. Assinalou o regresso, após uma ausência de 30 anos, do autor Penim Loureiro às lides bedéfilas. Tive disponibilidade para estar presente na sessão e devo dizer que foi das melhores apresentações a que já assisti.
Perante um auditório completamente lotado, intervieram Rui Brito, editor da Polvo, Geraldes Lino que procedeu à apresentação do autor e da obra e obviamente o autor Penim Loureiro que falou sobre o processo de criação da narrativa gráfica

Começo pela Polvo, que durante o Festival de BD de Beja lançou a centésima obra do seu catalogo. É uma marca importante se atendermos que falamos numa editora portuguesa de banda desenhada. Ficam (outra vez) os parabéns e votos de (mais) sucessos editoriais.
Geraldes Lino fez uma interessante apresentação do autor e da obra, dando a conhecer, como é seu hábito, pormenores quase desconhecidos da carreira do autor no mundo da BD.

E no final falou o autor. E deu quase uma aula. Uma apresentação onde falou de todo o processo de construção da narrativa gráfica centrando-se no desenho, realçando o processo de evolução dos elementos que compõem a vinheta, desde do esboço ao desenho final, da forma como o desenhador «engana» o leitor, da optimização da cor, e com isto tudo saciou completamente uma plateia interessada. Para um autor que assumiu a responsabilidade pelo argumento, desenho, cor e legendagem, obviamente não faltaram motivos de interesse na «aula». Seguiu-se a uma habitual sessão de autógrafos, onde os habituais desenhos foram substituídos com a oferta de originais de estudos de cor usados no livro. Gostei da originalidade. Digo-vos mais sessões houvessem assim.

Ficam algumas fotos, com a indicação que a pouca qualidade das mesmas se deve ao facto de terem sido tiradas através de telemóvel. Quanto ao livro, brevemente aqui no blogue deixarei as minhas «notas».




Fica uma nota final, para informar que estas e outras fotos podem ser vistas na página do facebook do FOTOBD (clicar aqui), que tem inclusive imagens da exposição do autor na edição deste ano do Festival de BD de Beja. Percam-se por lá!

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...