15 fevereiro, 2017

Colecção Os Túnicas Azuis: V15 - A Recruta dos Azuis... que fecha a colecção

Com a publicação do 15º e último álbum da Colecção os Túnicas Azuis, chega hoje ao fim uma surpreendente colecção da ASA. Recuperou uma série da qual tinham sido publicados alguns álbuns mas que estava remetida para o esquecimento. E bem hora o fez. Logo na leitura dos primeiros álbuns, percebe-se o sucesso desta série lá fora: factos históricos servidos com uma boa dose de humor.

Hoje nas bancas em distribuição com o jornal Público.

15. A Recruta dos Azuis
Esta história remonta ao início da Guerra de Secessão. Nessa altura, Cornelius Chesterfield trabalhava como aprendiz de talhante e Blutch era dono de um saloon. Os leitores ficarão então a saber como Chesterfield se alistou no Exército para escapar ao casamento com a filha do patrão e como Blutch assinou os papéis sem saber… sob o efeito do álcool! E perceberão também porque é que, logo de início, se instala em Blutch aquele rancor figadal que ele nutre por Chesterfield. É que ele, ainda mal se tinha alistado, já só pensava em desertar!

Não sei se está previsto, e desconheço o grau de aceitação que esta colecção mereceu por parte dos leitores, mas pela sua qualidade justificava uma continuação da sua publicação por cá. É só uma sugestão.

Ficha técnica:
Os Túnicas Azuis - A Recruta dos Azuis
Volume 15 da Colecção Os Túnicas Azuis
de Raoul Cauvin e Willy Lambil
Capa dura, 48 pags, cores
PVP: €6,95
Edição ASA

1 comentário:

pco69 disse...

Foi realmente uma agradável surpresa. E sim. Creio que seria de considerar a edição de mais albuns da série. Embora já esteja provado(?) que as edições em conjunto com o Público não são a mesma coisa das edições avulso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...