13 maio, 2018

Em contagem decrescente para a 14ª edição do Festival de Beja


O  cartaz da Susa põem-nos já a caminho daquele que é o melhor festival de Banda Desenhada que se realiza em Portugal (e este "melhor" traduz uma opinião pessoal e não aceito contraditório). O Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja (acrónimo FIBDB), que tem inicio daqui a duas semanas, traz-nos uma excelência da organização que consegue reunir num único fim-de-semana um convívio saudável, uma boa hospitalidade alentejana e uma magnifica oferta bedéfila. Os sítios do festival a visitar, o núcleo central na Casa da Cultura, mais todo o centro histórico da cidade: Centro Unesco, Forno da Ti Bia Gadelha, Galeria da Rua dos Infantes, Museu de Sítio da Rua do Sembrano, Museu Regional de Beja e Pax Julia – Teatro Municipal, são a perfeita simbiose entre cultura e história. A oferta bedéfila caracteriza-se pela sua diversidade, quantidade e qualidade. Na edição deste ano do festival estarão presentes autores de Angola, Brasil, Espanha (País Basco), França, Itália, Suécia e Portugal. Somam-se 20 exposições. E estão agendadas uma boa dúzia de lançamentos. Tudo no fim-de-semana de 26 e 27 de Maio. Vou dando aqui notas das incidências do festival. Para já as novidades:

  • “Afirma Pereira”, de Pierre-Henry Gomont, adaptado do romance homónimo de Antonio Tabucchi, pela G.Floy.
  • “Harrow County, Laços de Família”, de Cullen Bunn e Tyler Crook, pela G.Floy.
  • “TSL Series – Viagens”, com vários autores, pela ComicHeart/G.Floy.
  • “A Vida Oculta de Fernando Pessoa”, de Alexandre Leoni e André Morgado, pela Bicho Carpinteiro (Edição Deluxe).
  • “Malditos amigos”, de André Diniz, pela Polvo.
  • “Cicatriz”, de Sofia Neto, pela Polvo.
  • “O Maestro, o Cuco e a Lenda”, de Wagner Willian, pela Polvo.
  • “Os Regressos”, de Marta Teives e Pedro Moura, pela Polvo.
  • “5000 Quilómetros por Segundo”, de Manuele Fior, pela Devir.
  • “Deiciders” n.º 1, de Pedro Mendes, André Mateus e Patrik Caetano, pela VMComics (reedição a cores).
  • “Venham + 5” n.º 9, com vários autores, pela Bedeteca de Beja.
  • Coleção Toupeira n.º 13, de Luís Guerreiro, pela Bedeteca de Beja.
  • E, claro, o Splaft!! - Catálogo do Festival n.º 14 (Bedeteca de Beja)



Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...