28 dezembro, 2005

As minhas BD preferidas #3: Torpedo 1936

Na vizinha Espanha, foi publicada pela primeira vez, em 1982, na revista “Creepy”, uma das melhores séries negras da banda desenhada europeia, escrita por Enrique Sánchez Abulí (francês radicado em Espanha) e desenhada, numa primeira fase, por Alex Toth e posteriormente por Jordi Bernet (espanhol). Luca Torelli, um emigrante italiano, aliás, Torpedo 1936, “um pistoleiro profissional da pior espécie, frio, lúgubre, sem piedade, corpo esguio, rosto macilento, gestos indolentes e seguros que não gosta de grandes discursos, que acredita que tudo tem um preço, tanto o amor como a morte” (texto da contra-capa de um dos álbuns do Torpedo).

O universo de Torpedo centra-se no submundo da cidade de Nova Iorque dos anos 30, o cenário perfeito para as histórias de violência, sexo, vingança e crime que preenchem a vida de Luca Torelli. Por vezes, somos "transportados" para a Sicilia dos anos 20, onde acompanhamos a infância de Torpedo e a sua "educação" num meio dominado pela Máfia.


A série Torpedo encontra-se inteiramente desenhada num magnifico registo a preto e branco (apesar das capas coloridas), onde se faz um uso sistemático do contraste entre luzes e sombras que associado à utilização de grandes planos, acaba por se traduzir em imagens com um forte impacto visual, em perfeita harmonia com a violência das histórias e o carácter da personagem. Aqui fica a minha admiração pelo excelente traço de Jordi Bernet. Aliás a troca de Toth por Bernet, na minha opinião, só beneficiou a personagem. Aliado ao desenho, encontramos um argumento imaginativo, que se traduzem em histórias curtas mas dotadas de excelentes diálogos, com grande sentido de humor (negro, obviamente) e ironia q.b.

Apesar de pouco conhecida, talvez pelo facto das aventuras de Luca Torelli e do seu sócio Rascall terem terminado, por decisão por decisão do seu autor (Sánchez Abulí) na sequência de um desentendimento com Bernet, Torpedo surge como umas das minhas bandas desenhadas preferidas .

"Torpedo 1936" em Portugal:

A série Torpedo, encontra-se, infelizmente, parcialmente editada em Portugal, através de 6 álbuns da Editorial Futura.

No formato revista, foram publicadas histórias avulsas, nomeadamente na revista “O Mosquito” - 5ª Série (1984-1986), no Almanaque “O Mosquito” (1984-1987) e nas Selecções BD - 2ª Série (1998-2001).

4 comentários:

Anónimo disse...

Muito bom mesmo. Infelizmente só consegui encontrar 4 albuns dos 6.
"-Torpedo, o que fizeste não tem nome!"
"-Se for menino chama-lhe panplinas."
"-E se for menina?".

Anónimo disse...

Inseri o link deste blog na comunidade facebook "Eu sou do tempo do "Torpedo"".

Visitem e ajudem a projectar esta enorme obra da BD..


http://www.facebook.com/profile.php?ref=profile&id=100000789063493#!/pages/Eu-sou-do-tempo-do-Torpedo/109951079031398?ref=mf

Rui disse...

Olá Verbal,

Pelos vistos andam por aí mais uns fâns do Torpedo :-)
Se puderes corrige o link que o João Martinho pôs no post anterior pois ele enganou-se e no final onde está ref=mf deveria estar ref=nf

Abraço

verbal disse...

Olá Rui, já encontrei o grupo lá no Facebook e aderi. Somos poucos mas vamos lá a ver se crescemos e "forçamos" uma editora a publicar por cá a colecção toda... eheheh. Abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...