18 outubro, 2008

A caminho do FIBDA’2008... (5)

A menos de uma semana do inicio do FIBDA e a lista dos autores estrangeiros confirmados, até à data, apresenta-se, quantitativamente e qualitativamente, muito boa. Claro está, que todos temos as nossas preferências, e eu não sou excepção. Assim, o que se me oferece dizer sobre os autores estrangeiros presentes no 19º FIBDA?

Comecemos então pelo primeiro fim-de-semana, o de 25 e 26 de Outubro:

  • Lee Hong (China) – Uma autêntica desconhecida e uma das surpresas que o FIBDA apresenta na sua 19º edição. A sua presença e uma exposição darão forma ao primeiro contacto com a BD chinesa e logo num universo fantástico que é a ficção científica Tenho alguma curiosidade e expectativa!
  • Tanino Liberatore (Itália) – Estreia no FIBDA. Sem qualquer obra publicada entre nós, desconhecia este autor até ter tido conhecimento que iria estar presente no FIBDA. Autor de “Ranxerox”, uma BD ultra-violenta cujo principal personagem é um andróide. Mais recentemente lançou o álbum “Lucy L'Espoir”, classificado como a primeira história de amor no mundo ocorrida à três milhões de anos atrás, com magníficos desenhos feitos integralmente em computador. Talvez a sua presença dê um "empurrão" para a publicação desta obra em Portugal. Estarei na fila para autógrafos!
  • Dave McKean (Inglaterra) – Ainda este ano esteve presente com grande sucesso, no Festival de BD de Beja. Conhecido pela sua colaboração com Neil Gaiman, nomeadamente nos desenhos das capas que fez para a série “Sandman”, tem diversos trabalhos editados em Portugal, donde destaco “Asilo Arkham”, publicado pela DEVIR, numa incursão feita pelo universo Batman. Um desenho do Joker, uma das minhas personagens preferidas, é garantidamente o meu pedido de autógrafo!
  • Pat Mills (Inglaterra) – Argumentista que repete a presença no Festival – foi convidado em 1998 no 9º FIBDA, é de novo convidado na qualidade de contador de histórias e criador de universos, encontra-se associado a diversas obras relacionados com o universo de ficção científica. Trabalhou com diversos autores, entre os quais Kevin O’Neill também presente na edição deste ano.
  • Tara McPherson (EUA) – Estreia no FIBDA. Mais ligada ao universo da ilustração do que ao de banda desenhada, esta designer americana ilustrou a graphic novel "Fables: 1001 Nights of Snowfall”. O blogue “Leituras de BD” divulgou uma página desta história.
  • Esteban Maroto (Espanha) – Estreia no FIBDA. Desenhador espanhol, e pelo que me foi dado a ver na pesquisei que efectuei, é dono de um traço realista que se adapta facilmente a variados universos. Autor de diversas histórias de ficção cientifica, donde se destaca as séries “5 x Infinito” e o “Túmulo dos Deuses”. Trabalhou ainda na indústria americana de comics em personagens como “Conan” ou “Red Sonja”. O blogue “Leituras de BD” divulgou uma página da história “Tumulo dos Deuses” que foi publicada na revista Vampirella nº1 em 1976!
  • Kevin O'Neill (Inglaterra) – Estreia no FIBDA. Consagrado e premiado desenhador que, entre outros, trabalhou com Alan Moore na criação da magnifica “Liga de Cavalheiros Extraordinários”, cuja primeira e segunda séries (4 volumes no total) foram cá publicados pela DEVIR, é um dos meus preferidos neste festival!
Em jeito de conclusão, posso dizer que o programa do 1º fim-de-semana é muito forte, não só pela qualidade dos artistas, mas também pelo facto de se encontrarem, com as suas obras, ligados de uma forma ou de outra, à temática do festival, e em alguns casos (Lee Hong, Liberatore, Tara McPherson) serem objecto de exposição. Um delírio para os fans bedéfilos de ficção científica.

Ao longo dos próximos dias, seguir-se-á a minha opinião sobre os restantes autores presentes nos fins-de-semana seguintes.

4 comentários:

DC disse...

Kevin O'Neill já esteve cá. Não sei se 1 ou 2 vezes mas por volta de 2002 tanto quanto sei, ele esteve cá (há um artigo sobre isso na Comix nº4 ou 5).
Não esquecer os convidados à parte como o Dionet que escreveu Exterminador 17, desenhado pelo Bilal.

verbal disse...

Ups! Se esteve escapou-me! Obrigado dc, vou confirmar a informação!

looT disse...

O Joker foi precisamente o que eu pedi quando estive com ele em Beja e ficou espectacular :)

verbal disse...

Pela programação do FIBDA, que lhe dá apenas uma hora para autógrafos num fim-de-semana inteiro, acredito que não vai haver muitos mais Jokers!! :(

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...