07 novembro, 2008

Crónicas do 19º FIBDA (2 de 3)

Um dos principais motivos que me leva ao FIBDA são as sessões de autógrafos. É para mim o principal prato da festa! O contacto com os autores e ficar na posse de um desenho personalizado é uma sensação muito boa. E para quem já frequenta o festival à vários anos, sabe que é preciso cumprir com uma regra de ouro: chegar cedo. Não só porque se garante um dos primeiros lugares nas filas dos autores mais solicitados, porque também se fica com mais tempo para visitar outros autores, porque assim ainda sobra tempo para uma segunda ronda.

Neste segundo fim-de-semana, os autores estrangeiros presentes prometiam qualidade e sobretudo muito tempo de espera. Desde Zoran Janjetov, actualmente um dos nomes mais fortes da BD franco-belga (recomendo mesmo um olhar atento às pranchas originais da série “Les Technopéres” em exposição no piso 0), passando pelos muito procurados desenhos de Rufus Dayglo (”Tank Girl”) ou ainda pelos “coloridos” do espanhol Julio Ribera (”Vagabundo dos Limbos”) para terminar na lista de +60(!) nomes inscritos para o Maurício de Sousa (“Turma da Mónica”). Se dúvidas houvesse da popularidade em Portugal deste autor brasileiro, elas ficam sempre desfeitas no FIBDA!


Também é preciso dizer, até para quem não sabe, que muito do tempo de espera é fortemente influenciado pela tradição que perdura no FIBDA do não cumprimento de horários de inicio das sessões de autógrafos! Sempre foi assim e muito provavelmente sempre será assim. Infelizmente!

Felizmente que, após tantos FIBDA’s, habituei-me a reconhecer rostos, de tanto de me cruzar com eles nas filas do festival. Somos um pequeno grupo, do qual me atrevo a dizer que “somos sempre os mesmos”, que garantidamente, ano após ano, marca presença nas sessões de autografos. Falamos sobre autores, obras e desenhos. Essencialmente falamos. O tempo de espera torna-se mais fácil de suportar. Felizmente que o festival também é feito destes convívios com outros que partilham a mesma paixão que nós!

Legenda das fotografias publicadas (de cima para baixo, da esquerda para a direita):
  1. "John Difool" por Zoran Janjetov
  2. Zoran Janjetov
  3. Júlio Ribera
  4. Maurício de Sousa
  5. pormenor de "Tank Girl" por Rufus Dayglo

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...