13 junho, 2010

Zona Gráfica

Zona Grafica - vol. I

Uma das novidades do VI FIBDB foi o novo número do projecto Zona!, intitulado de Zona Gráfica. Um ano depois do primeiro Zona – Zona Zero – noto um crescendo de qualidade deste projecto, não só em termos da própria edição mas igualmente de conteúdo. Este novo número da Zona apresenta-se cheio de novidades. Uma edição dividida em dois volumes - a imagem de cima corresponde ao volume I e a ilustração é da autoria de Z!; a imagem de baixo corresponde ao volume II e tem a assinatura de Manuel Alves – por onde se distribuem um total de 158 páginas. Há lugar para pequenas entrevistas com autores, que eu acho particularmente interessante. Temos um aumento do número do número de autores que participam e a publicação de trabalhos mais extensos, em termos de pranchas e outros ainda que anunciam continuação, revelam bem o interesse neste projecto e são a prova que a Zona! veio preencher um espaço que se encontrava vazio.
Como leitor, tenho para mim que a grande mais-valia da Zona! é a descoberta que faço de desenhadores muito talentosos - nesta Zona Gráfica gostei bastante da arte de Joana Afonso e os seus “cotões” e de António Valjean com o seu “Catacumba” - até porque noto que muitos dos trabalhos publicados são pouco ambiciosos em termos de texto. Se por vezes estão muito bem conseguidos em termos de desenho, falham no argumento. Falta-lhes desenvolvimento, estão pejados de monólogos, e invariavelmente conduzem a finais inconclusivos. Enfim, escritores precisam-se!
Mas comparativamente com os anteriores Zona’s - o Zona Gráfica é o quarto número - é notório o crescimento e a maturidade que o projecto Zona! já conseguiu alcançar.
O próximo número está anunciado para o Amadora BD a realizar-se em Outubro próximo.

Até lá, boas leituras!

A Zona Gráfica pode ser adquirida através daqui.

Zona Grafica - vol. II

1 comentário:

Loot disse...

Sem dúvida alguma que o projecto tem vindo a crescer, como é suposto.
Como disse o Fil "ainda não demos um passo atrás" e concordo.

Ainda há coisas a melhorar, mas o caminho parece-me promissor eu pelo menos tenho gostado e gostei bastante da zona gráfica.

Em relação ao argumento acho que há aqui histórias muito boas mesmo que que no geral o desenho esteja melhor como dizes.

Falo das do Bruno Bispo que ganham muito claro com o desenho do Victor Freundt. Mas a história do Jantar é hilariante.

O grande vixésimo também estava muito divertido.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...