12 setembro, 2019

Hoje abrem as portas da 6ª edição da Comic Con Portugal

A convite da organização da Comic Con Portugal, à qual agradeço desde já, tive ontem a oportunidade de visitar o recinto da exposição. A ideia não é agora aqui revelar qualquer grande surpresa, até porque estava tudo ainda em fase de montagem e alguns sítios não estavam autorizados, mas sim deixar as (minhas) primeiras impressões. Confesso que fico espantado como é que daqui a algumas horas o espaço vai abrir portas com tudo pronto para receber os visitantes.

A primeira (boa) impressão vai (mais uma vez) para o espaço. Para quem frequentou o lotado e claustrofóbico recinto da Exponor nas primeiras edições, percebe que agora ao ar livre e num lugar com a dimensão do Passeio Marítimo de Algés, a Comic Con proporciona um nível de experiência que nunca foi alcançado a Norte. Esta é a primeira nota positiva.

A segunda vai para a “arrumação” do espaço. Todos os quatro auditórios mais as zonas de autógrafos encontram-se agora alinhados do lado direito de quem passa pelo pórtico de entrada. Do lado esquerdo fica a zona comercial ou “geek zone”. No centro todo um espaço ocupado pelas marcas e patrocinadores com ofertas de “experiências” para os visitantes. Gostei bastante desta nova disposição.


Entre as várias experiências à disposição, há duas gastronómicas quase obrigatórias. Os gelados «Stranger Things» e os empaladinhos «Walking Dead». E sim nas fotos em baixo é a minha cabeça reproduzida em chocolate (branco a meu pedido). Recomendo.


Sobre BD já se sabe s convidados. Não há como esconder: apresenta um cartaz mais pobre que o da edição do ano passado. Faltam por exemplo nomes da BD franco-belga, há alguns ilustres desconhecidos e lamenta-se a ausência forçada de Mike Deodato. A coisa é compensada com a presença de Ed Brubaker (e um novo lançamento deste autor), de Fabio Civitelli, e da "armada portuguesa" capitaneada pelo Luis Louro, que tem um novo álbum com apresentação no festival. Sexta marco presença no evento para avaliar melhor tudo isto. Bom festival!

1 comentário:

Luis Silva disse...

De comic tem muito pouco. Ao nivel de BD, as editoras, a maioria não compareceu. Este ano estamos mais virados para os conteudos media. Se era para ser uma homenagem a Stan LEE.😖 Aonde? Um lembrete a elucidar o festival Amadora BD. Sabe a poucochinho. FUI DOIS DIAS, COMO AFICINADO POR BD É UMA DESILUSÃO. O ESPAÇO ESTÁ AMPLO PARA COLMATAR A NÃO PRESENÇA DE REDUÇÃO DE PRESENÇAS. A anterior apesar do espaço estava melhor? O que tem gilette, clinica dentária, nodles banzai, my way, viagem hipo no tejo,cigarros eléctricos a ver com a comic coon. Alguém me possa explicar pois disto percebo pouco...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...