27 outubro, 2005

José Carlos Fernandes

Finalmente um autor português! O 18º volume da colecção da Série Ouro d’Os Clássicos da Banda Desenhada, editada pelo Correio da Manha aos Domingos (saiu no dia 24/10), é merecidamente dedicado à arte de José Carlos Fernandes.

A antologia, assim chamada, é composta por histórias a preto e branco já publicadas em fanzines e jornais, por histórias a cores publicadas nas extintas "Selecções BD” e inevitavelmente por excertos de “A Pior Banda do Mundo” (provavelmente a mais premiada série da história da BD portuguesa), tudo referente ao período de 1992 a 2005.

O timing da publicação é excelente, dado que coincide com a realização do FIBDA, onde José Carlos Fernandes garante presença todos os fins-de-semana, com a sua habitual simpatia e disponibilidade, tanto para conversar como para desenhar. Uma oportunidade para falar com o autor, conhecer a sua obra e valorizar o livro, dado que José Carlos Fernandes nos seus autógrafos brinda-nos com excelentes desenhos feitos a aguarela, o que já se tornou a sua imagem de marca. Eu confesso que aproveito todas as oportunidades para conseguir mais um "autógrafo"!!

Actualmente figura incontornável da BD portuguesa, reza a sua biografia oficial que o autor nascido em Loulé em 1964, se estreou relativamente tarde no mundo da BD, com a idade de 25 anos. Apesar disso, ao longo de mais de 15 anos de carreira, já produziu perto de duas mil páginas de banda desenhada, grande parte já publicada em fanzines e livros, o que o torna um dos mais prolíficos autores de BD da actualidade. Entre as suas obras publicadas, contam-se títulos como "Coração de Arame" (Devir), "As Aventuras do Barão Wrangel" (Devir), "Pessoas que usam Bonés-com-Hélices" (Asa), "A Pior Banda do Mundo" - Volumes 1, 2, 3 e 4 (Devir) e "A Última Obra-prima de Aaron Slobdj" (Devir).

Os seus próximos trabalhos envolvem a publicação do 5º volume da "Pior Banda do Mundo" (talvez ainda durante o FIBDA), a publicação do 1º volume da “Agência de Viagens Lemming” (até ao final do ano, garantia do autor!) e o projecto “Black Box Stories”, onde dá o seu melhor como argumentista que permite a colaboração com outros desenhadores.

Resta-nos aguardar genial criatividade de José Carlos Fernandes!

(Alguns dados referidos foram retirados do 18º volume da referida colecção Série Ouro)

1 comentário:

labas disse...

O Zé Carlos é um exemplo a seguir.
Afinal A BD pode ser a coisa mais importante da vida de uma pessoa, neste país.
A sua simpatia contagiante faz dele um comunicador que transborda dos livros.
Vou encontrá-lo no FIBDA e mais uma vez vou dar-lhe os parabéns pelo trabalho desenvolvido.
Ele merece!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...