31 maio, 2009

Finalmente, o FIBDB...

Beja. Estava prometida à muito a visita ao Festival de BD que anualmente se realiza nesta cidade. Foi este ano e foi ontem. Na boa companhia do Bongop rumei ao coração do Alentejo. A viagem pela planície foi bastante agradável (dispensamos bem o IP8) e o tema de conversa na viagem foi como não podia deixar de ser sobre banda desenhada. Falou-se muito e sobre muita coisa: sobre séries, autores, editoras, blogues, compras, vendas, figuras e figurões! Nem falo sobre as coisas que ficamos a saber durante um almoço!!




Cidade de Beja. 30º graus à sombra. Casa da Cultura. Este amigo também se juntou à festa. Centramo-nos no núcleo principal do Festival, até porque o calor definitivamente não convidava a passeatas pela cidade e os horários de abertura do festival nos restantes pólos (Biblioteca Municipal, Museu Jorge Vieira e Museu Regional) mostraram-se bastante tardios sobretudo para quem vem de fora. Verdade seja dita, também nunca fui adepto da descentralização de eventos nos festivais. Cá por mim, não havia núcleo principal mas sim um núcleo único.



Logo à entrada, um pequeno espaço comercial, bastante parco na oferta. Adorava saber como é que vamos de stocks nas nossas editoras? É que a avaliar pelo que eu (não) vi à venda, presumo que as vendas de algumas séries já tenham ultrapassado todos os patamares mínimos! Ainda assim aproveitei para comprar o “Blankets” por influência daqui. O facto de o autor estar presente, juntou o útil (autografo do autor) ao agradável (+500 páginas de bd)!





O ambiente do festival é bastante agradável, apesar de se mostrar algo alternativo, digo eu! Os autores estrangeiros não tem trabalhos editados em Portugal e alguns dos autores portugueses alinham claramente nesses riscos ditos alternativos. Se as exposições provam que talento não nos falta, e então para quando uma aposta séria em bd a sério, bem sustentada em termos de argumento e de desenho, comercialmente viável, a exemplo do que se produz lá fora? Tome-se por exemplo o “Blankets” de Craig Thompson!

Relativamente às exposições, gostei bastante do trabalho (sobretudo da aplicação de cor) de Deniz Deprez, autor que não conhecia (a imagem em baixo à esquerda foi roubada daqui) e do excelente traço de Gary Erskine (em baixo, à direita), não obstante o “diz que é uma espécie de Batman” que me desenhou no livro de sketch’s. Cruzo-me com caras já conhecidas de outros festivais, porque isto da bd corre-nos no sangue!

As sessões de autógrafos decorrem em tempo razoável. Pela negativa, só mesmo por omissão, e pelas razões referidas anteriormente, o facto de ter falhado as mostras de Hugo Teixeira, Luminus Box, Venham +5 e Voyager na Biblioteca Municipal.



Para a posterioridade, fica aqui o registo de um dia bem passado, num festival simpático e em excelente companhia. O FIBDB tem as portas abertas até ao próximo dia 14 de Junho e uma vasta programação paralela. Aproveitem!

4 comentários:

refemdabd disse...

hehehe: "Diz que é uma espécie de Batman"...também achei o mesmo. Depois vi essa fotografia do Dan Dare e fiquei surpreendido porque enquanto lá estive contigo e com o Bongop só o vi a desenhar esse "Batman". Não fosse a simpatia dele e o trabalho que já conheço dele, tinha-o achado um fiasco.

DC disse...

Na verdade é a personagem do The Filth que agora me escapa o nome. Eu não consegui nenhum sketch numa folha, apenas um no The Filth e outro no City of Silence mas em tamanho mais reduzido e sem os detalhes dos vossos Batmans.
Vocês têm é que passar 1 ou 2 dias inteiros em Beja para saberem o que é o verdadeiro ambiente do festival. 2 horas em filas não dá para conhecerem nada:P

verbal disse...

Bongop, o DC tem razão. O desenho não é do Dan Dare, e foi uma excepção aos Batman's que o Erskine brindou o pessoal!

DC, acredito que o ambiente seja bastante bom para quem passe um, dois dias seguidos em Beja. Um vista de médico dá pouco mais do que ver umas exposições e trocar umas impressões! Talvez para o ano, se se proporcionar, faça a coisa de forma diferente!

verbal disse...

disse bongop? queria dizer refém!...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...