21 janeiro, 2010

Jacques Martin (1921-2010)

Este inicio de ano está a ficar marcado pelo desaparecimento de grandes nomes da bd franco-belga. Primeiro foi Tribet, e hoje é a notícia da morte de um dos últimos desses grandes nomes: Jacques Martin.

Excelente desenhador, criou, entre outros, a popular série ALIX, com vendas totais superiores a 15 milhões de álbuns, cuja acção decorria na Antiga Roma, e que se caracterizava pelo enorme rigor histórico que o seu autor a delineou.

Na colecção original, ALIX conta publicados um total de 28 álbuns, dos quais 21 encontram-se publicados em Portugal, através das Edições 70 (dezanove álbuns) e ASA (dois álbuns).

2 comentários:

Labas disse...

Felizmente que cheguei a estar com ele quando veio à Amadora com o Morales.
Na altura quando lhe perguntei porque Alix nunca tinha vindo à Lusitânia, respondeu-me que era porque nunca o tinham convidado a vir conhecer o país.
Para além do Alix, as séries dele que mais me marcaram foram Arno e Lefranc.

refemdabd disse...

Fosga-se...tem sido um ano negro e ainda agora começou, mas é o ciclo da vida e temos que o aceitar, mesmo com dor e com a inevitável saudade que este grande autor e outros deixaram.

Realmente foi uma grande pena nunca terem convidado o Alix a visitar o nosso país, embora os anos que retratam a época do Alix não serem exactamente os da História do romano e exilado Sertório, estou certo que o grande Jacques Martin teria encontrado maneira de fazer uma ligação aturada e apaixonada à romanização, à intriga, à impiedosa luta e finalmente à traição que abundaram nesse período...que falhanço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...