26 abril, 2007

Os Melhores dos V Troféus Central Comics

Realizou-se no passado Sábado, 21 de Abril, a cerimónia de entrega dos prémios referentes à V Edição dos Troféus Central Comics (TCC).

As escolhas do público, relativas a 2006, brindaram a edição deste ano com resultados surpreendentes ao nível dos vencedores em algumas das categorias a concurso.

Um destaque talvez para a ausência de José Carlos Fernandes na lista de vencedores. Mas goste-se ou não, são estes os nomes que ficam para história :


MELHOR EDITORA: Kingpin Comics

MELHOR ÁLBUM NACIONAL: Salazar – Agora, na hora da sua Morte (Parceria A. M. Pereira)

MELHOR ARGUMENTO NACIONAL: Fernando Dordio Campos (C.A.O.S. Livro 1)

MELHOR DESENHO NACIONAL: Miguel Rocha ( Salazar – Agora, na hora da sua Morte)

MELHOR ÁLBUM ESTRANGEIRO: Cidade de Vidro (Asa Edições)

MELHOR ARGUMENTO ESTRANGEIRO: Neil Gaiman (Orquidea Negra)

MELHOR DESENHO ESTRANGEIRO: Dave McKean (Orquídea Negra)

MELHOR ÁLBUM DE TIRA OU PRANCHA CÓMICA/CARTOON/CARICATURA ESTRANGEIRA: Peanuts - Obra Completa Vol. 1 ( Charles Shultz, Afrontamento)

MELHOR ÁLBUM DE TIRA OU PRANCHA CÓMICA/CARTOON/CARICATURA NACIONAL: Os Compadres (Sergei, Polvo)

MELHOR BD CURTA/CARTOON/TIRA CÓMICA NACIONAL NÃO PUBLICADA EM ÁLBUM: Kull: O Fim (Hugo Jesus e Nuno Sarabando, Tertúlia BDZine #109)

MELHOR EDIÇÃO DE BANCAS: BDJornal (Pedranocharco)

MELHOR FANZINE: Sketchbook 3 (Direcção: Ricardo Cardoso)

MELHOR EDIÇÃO INVESTIGAÇÃO/ESPECIALIZADA: Catalogo FIBDA 2006 (CNBDI)


Em jeito de comentário não posso deixar de referir a surpresa que foi (para mim), sobretudo o vencedor na categoria de “Melhor Editora”. Para a Kingpin Comics que editou durante o ano de 2006, apenas duas revistas, cada uma delas como uma tiragem de 200(!) exemplares, convenhamos que é um prémio “muita-areia-para-a-minha-camioneta”. Não quero com isto retirar o mérito (que é devido) ao editor pela iniciativa de publicar, mas num mercado onde, felizmente, temos editoras a publicar dezenas de álbuns de BD por ano, ganhar uma que editou um total de 50(!) páginas de banda desenhada, esta vitória se não é lapso, é pelo menos ilusória, temos de reconhecer!!!

Quanto aos restantes vencedores, a minha surpresa não deriva dos resultados finais mas sim dos resultados da primeira fase dos TCC, porque foram estes que condicionaram os outros. Pessoalmente não me revejo em nenhum dos principais vencedores, mas também gostos não se discutem.

Parabéns à organização e aos vencedores, e os votos que para o próximo ano os troféus assegurem uma maior pluralidade das escolhas, evitando assim que os TCC se transformem numa escolha “do melhor” num nicho especifico de mercado.

9 comentários:

_Loot_ disse...

É estranho ver a Orquídea Negra receber um prémio em 2006 quando o livro já existe há tanto tempo.
O vencedor do prémio melhor álbum nacional e melhor desenho nacional também não é uma surpresa, afinal "Salazar, Agora e na hora da sua morte", foi dos melhores livros de BD que sairam o ano passado.

Anónimo disse...

LOLOLO,o estranho é a bd ser substimada pelos leitores,eu ja li iso na versão brasuca e não achei nada de especial,o Gaiman,é outro que eu acho muito hypado pelos media mas mediano nos argumentos,e sim eu tambem fiquei surprendido pela Kingpin Comics,mas fazer o que???

Abracos
Grimlock

_Loot_ disse...

Substimada ou sobrestimada? Uma vez que ganhou.
Eu ainda não li esse, mas de resto quase tudo o que li de Gaiman é muito bom, acho o hype compreensível.
Sandman é das maiores obras de BD de sempre. Também tenho o Signal to noise, mr. punch e violent cases, todos livros muito bons a meu ver, pois adoro a mistura entre o argumento de Gaiman e o desenho de Mckean.
1602 é mediano e agora o último que li dele foi o Books of Magic e também gostei bastante. Concluindo gosto muito do trabalho deste senhor.

Anónimo disse...

Parabéns á Central Comics e à Casa da Animação no Porto (www.casa-da-animacao.pt) que foi o local onde decorreu este ano o evento juntamente com uma exposição e apresentação de projectos patente até 17 Maio. Que pró ano corra melhor ainda!

Anónimo disse...

"Substimada ou sobrestimada?"

Não ha erro é Substimada,mesmo,e la porque ganhou não quer dizer nada sobre a sua "suposta" qualidade,ate nos desenhos We3 a bate tranquilamente na minha IMHO.

Abracos
Grimlock

_Loot_ disse...

Sobrestimar significa "ter em exagerada conta; atribuir valor ou importãncia superior ao real".
Penso que subestimar significa o oposto, por isso continuo a pensar que queria dizer o contrário, ou então percebi mal o seu texto.

Claro que por ter ganho não quer dizer que tenha qualidade, há n exemplos desses. Aliás eu salientei que ainda não li esse livro, apenas disse que considero o Gaiman um dos grandes escritores de BD de sempre, mas é obviamente uma opinião pessoal eu adoro os seus livros dele, nem toda a gente tem que partilhar desta opinião.

Voltando à orquídea, se não vi o livro ainda, também não posso comentar a arte, mas pelo que conheço dos dois artistas, o estilo de Mackean e de Frank Quitely são completamente diferentes.

_Loot_ disse...

Cumprimentos bedéfilos

Anónimo disse...

"Sobrestimar significa "ter em exagerada conta; atribuir valor ou importãncia superior ao real".
Penso que subestimar significa o oposto, por isso continuo a pensar que queria dizer o contrário, ou então percebi mal o seu texto."

ooops,pois é isso,ou
Hypada,Supervalorizada.

Abracos bedéfilos

Grimlock

Anónimo disse...

ok. wo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...